A estreia da seleção brasileira feminina de basquete na AmeriCupW (Copa América da modalidade entre as mulheres) não poderia ter sido melhor. Neste sábado (1º), em León, no México, as comandadas de José Neto não tiveram dificuldades para ganhar da seleção de Cuba por 92 a 53 e sair com o pé direito na competição que dá a largada na disputa por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. A ala/pivô Sassá foi a cestinha, com 16 pontos.

No duelo de abertura, o Brasil, que foi medalhista de bronze nas duas últimas edições do campeonato (2019 e 2021), venceu os quatro quartos, mas foi especialmente dominante na primeira e na última parciais.

Após 12 minutos de basquete, a seleção já tinha 15 pontos de vantagem (29 a 14). Nos períodos seguintes, a equipe administrou os pontos a frente que obteve no placar e, no quarto final, novamente disparou (24 a 6), chegando a abrir uma sequência de 16 a 1 em um determinado momento. A seleção fechou o jogo em 92 a 53.

O Brasil já tem novo compromisso neste domingo (2), diante da Venezuela, às 15h10 (horário de Brasília). A equipe faz parte do grupo B, que tem cinco integrantes: Argentina, Estados Unidos, Cuba, Venezuela, e o próprio Brasil.

O grupo A é formado por Canadá, Porto Rico, República Dominicana, México e Colômbia. Na primeira fase, as dez seleções jogam dentro das próprias chaves. Os quatro melhores de cada grupo avançam às quartas de final. Daí em diante até a final, os duelos serão em formato mata-mata.

A AmeriCuPW classifica campeã e vice para o Pré-Olímpico Mundial. As equipes que terminarem entre o terceiro e o sexto lugares terão vaga no Pré-Olímpico das Américas.