O alerta para falsos sites que anunciam cadastro para o Concurso Nacional Unificado, que vai preencher mais de 6 mil vagas de concurso público federal em todo o País. Nos portais fraudulentos, golpistas deixam disponível uma página para inscrição no concurso, no entanto, o cadastro para concorrer às vagas ainda não começou, e a manobra é tentativa de acessar dados das vítimas. 

De acordo com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, o do concurso está previsto somente para a segunda quinzena de dezembro. A recomendação é para que quem tenha alguma dúvida em relação ao processo envie e-mail para concursonacional@gestao.gov.br. 

Pela internet, o anúncio fraudulento, compartilhado nas redes sociais, é associado a jornais digitais, no entanto, o link da notícia não é localizado no site do veículo de .

Para dar credibilidade, os criminosos usam layouts muito parecidos com os de portais de notícias reais — neste caso, o da BBC. A falsa “notícia” também inclui um link de “Inscrição” para o concurso. Após clicar, o usuário é levado a um falso canal de atendimento do Governo Federal, onde é orientado a passar dados como nome completo e CPF. Depois de fornecer as informações, a pessoa é encaminhada para uma página de pagamento, onde é cobrada a taxa de R$ 107,82 para finalizar a suposta “inscrição”.

O recém-criado Concurso Nacional Unificado será realizado em quatro municípios de Mato Grosso do Sul, além de diversas outras cidades em todos os estados do Brasil. O objetivo é preencher 7,8 mil vagas em apenas um dia.

Conforme o Governo Federal, as vagas são destinadas para cerca de 50 órgãos federais, de acordo com a adesão de cada um, que será voluntária e deverá partir do próprio órgão.

Assim, a publicação do edital está prevista para ocorrer até 20 de dezembro deste ano, com aplicação das provas em fevereiro de 2024. Além disso, o resultado deve ser divulgado em abril.

Para que todos tenham a oportunidade de realizar a prova, a aplicação ocorrerá em 180 cidades, sendo quatro em Mato Grosso do Sul. Confira todas as cidades:

  • Campo Grande
  • Corumbá
  • Dourados
  • Três Lagoas

Por fim, o Governo Federal ainda não definiu em quais endereços as provas serão aplicadas.