Novo 'Auxílio Emergencial' de R$ 600 terá 5 parcelas em 2022; saiba como receber

Repasse seria feito entre agosto e dezembro de 2022
| 04/07/2022
- 14:51
Estudo
Foto: Agência Brasil

O Governo Federal está com planos de retomar o pagamento do Auxílio Emergencial em 2022, que pode pagar mais 5 parcelas de R$ 600. A proposta é que R$ 200 seriam anexados aos atuais R$ 400 do Auxílio Brasil. Seriam 5 parcelas, ou seja, o valor de R$ 600 seria pago pelo governo entre agosto e dezembro deste ano.

Com isso, o pagamento do Auxílio continuará de R$ 400 no mês de julho - últimos 10 dias do mês -. Além disso, a quantidade de usuários aptos a receber o valor não deve sofrer alterações nos próximos meses. Assim, o repasse deve ser feito para cerca de 18 milhões de pessoas.

Porém, para que o aumento seja confirmado, o governo ainda está preparando os últimos detalhes do projeto para que seja enviado para votação no Congresso. No entanto, a aprovação da PEC Kamikaze, que amplia o teto para pagamento de benefícios sociais, abriu caminho para o novo "Auxílio Emergencial".

Quem tem direito?

Para se candidatar ao Programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e tenha atualizado seus dados cadastrais nos últimos 2 anos.

Podem participar do Programa as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham, em sua composição, gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00 (cento e cinco reais). As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 100,01 (cem reais e um centavo) a R$ 200,00 (duzentos reais).

Como saber se vou receber o Auxílio Brasil?

  • Para saber se vai receber o , o primeiro passo é baixar o aplicativo "Auxílio Brasil" (disponível em lojas de aplicativos para celular tanto para 'iOS' quanto para 'Android').
  • Depois, abra o aplicativo e clique em 'procurar' na tela inicial.
  • Em seguida, digite o número do seu CPF, senha e clique em 'verificar elegibilidade'.

Veja também

Soma total das riquezas é influenciada pelo agronegócio

Últimas notícias