Cotidiano / Consumidor

Mais caro: bandeira tarifária da energia em MS será amarela em julho

A bandeira tarifária da energia elétrica será amarela em julho desde ano, conforme informado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O custo para cada 100 quilowatts-hora consumidos será de R$ 1,50 na conta de luz. Isso acontecerá pois, como julho é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do país, a […]

Nyelder Rodrigues Publicado em 01/07/2019, às 22h20 - Atualizado em 02/07/2019, às 08h17

EBC
EBC - EBC

A bandeira tarifária da energia elétrica será amarela em julho desde ano, conforme informado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O custo para cada 100 quilowatts-hora consumidos será de R$ 1,50 na conta de luz.

Isso acontecerá pois, como julho é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do país, a previsão é que haja vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios.

Esse cenário requer o aumento da geração de energia em termelétrica, o que influencia o aumento do preço da energia elétrica e dos custos relacionados ao risco hidrológico. Tudo isso leva a bandeira ao patamar condizente amarelo.

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Jornal Midiamax