A reforma do antigo , na Rua 13 de Maio, deve iniciar na segunda quinzena deste mês e ser finalizada entre dez e doze meses. Assim, o empreendimento, que até o momento levará o nome da rede Slaviero, deve abrir as portas no segundo semestre de 2024. 

Quem antecipa as novidades é o atual proprietário, o empresário Wagner Marcelo Monteiro Borges. O investimento na reforma é de cerca de R$ 30 milhões: serão 135 apartamentos de alto padrão distribuídos em 13 andares.

“A entrega das chaves vai acontecer agora na sexta-feira (3) e em dez dias a Prefeitura deve entregar os alvarás necessários. Então, as obras devem começar após o dia 15 deste mês”, explica Wagner Borges.

Ele adquiriu o antigo Campo Grande por R$ 15 milhões dos herdeiros do produtor rural José Cândido de Paula, que faleceu em fevereiro de 1996. Ele foi o primeiro dono do estabelecimento e contratou o escritório dos arquitetos paulistas Alberto Botti e Marc Rubin para a obra do então primeiro grande hotel da Capital, inaugurado em 1971.

Hotel deve empregar até 80 pessoas

Já para a obra atual, Wagner explicou que a construtora contratada se comprometeu a entregar a obra entre dez e doze meses. Assim, a previsão é que o hotel seja inaugurado no segundo semestre do ano que vem.

O novo hotel deve contratar diretamente entre 70 e 80 funcionários após a inauguração. Alguns serviços serão terceirizados, como de lavanderia.

Hotel Campo Grande foi inaugurado na década de 1970 (Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax)

Wagner antecipou em agosto passado que a nova unidade Slaviero em Campo Grande poderia ter redes de café e restaurantes famosos, sem antecipar nomes. “Nossa ideia é que tenham algumas lojas-âncora, para atrair mais clientes além do hotel”, afirmou na época. 

Dois meses e meio depois, o empresário explica que os contratos com o café e restaurante famosos ainda não foram fechados, mas que continuam em negociação. 

A ideia do empresário é que o hotel traga movimento para a região central, uma esperança compartilhada pelos empresários das redondezas.

Projeto luxuoso

O projeto deve preservar partes da antiga infraestrutura, como alguns detalhes em madeira do saguão. A promessa é “mudar a cara” da região central com um hotel luxuoso de 13 andares.

“Sobre a obra, acho que vai surpreender. O projeto arquitetônico vai ser muito audacioso. A intenção é chamar atenção e movimentar o centro que está precisando”, afirma o empreendedor. 

O hotel Slaviero terá 1º ao 3º andar classificados como pavimento tipo A, tipo B o 4º andar e 5º andar o tipo C, onde serão construídas novas unidades. Do 6º ao 13º, as unidades serão reformadas.

Projeto mostra nova arquitetura do hotel. (Divulgação)

Demonstrando refinaria nos acabamentos, a fachada tem paisagismo com plantas verdes, tons azul-marinho, amadeirado e acinzentado. Também há trechos de embarque e desembarque. O estacionamento terá 29 vagas para veículos.

O hall de entrada tem escadarias, continuidade até a recepção dos tons em verde e madeira, lustres e móveis no lobby. Mármores devem dar destaque na bancada da recepção. Haverá um bar e área de espera, com móveis modernos, estilo “novelas e filmes”, com a adega repleta de bebidas e um balcão.

O restaurante terá espaços com divisórias entre mesas redondas e quadradas, simples e luxuosas, ambos com acesso por escadarias.

Pelas imagens, é visível a amplitude do espaço, algo que foi mantido por décadas. Confira a que o Jornal Midiamax fez ao antigo Hotel Campo Grande clicando AQUI.

Saiba Mais