Dois idosos com mais de 80 anos e comorbidades morreram em decorrência da Covid-19, em Mato Grosso do Sul. Além das mortes, a última semana registrou 34 casos da doença, que já fez 154 vítimas fatais neste ano e contaminou 22.844.

De acordo com informações do boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), dos casos confirmados na última semana, 16 foram em Costa Rica, 13 em Santa Rita do Pardo e 9 em Dourados.

As mortes foram de uma mulher de 84 anos e com histórico de doença neurológica crônica e de um homem com 89 anos e doença cardiovascular e respiratória crônica. Ambos moradores de Campo Grande e não há informações sobre se estavam vacinados.

Subvariante Éris circula no Brasil

Duas semanas após a confirmação no Brasil do primeiro caso da subvariante da Covid-19, a Éris, os casos se espalharam e há transmissão local confirmada no Rio de Janeiro. A Sociedade Brasileira de Infectologia fala de uma onda com alta de casos cuja duração pode ser de 4 a 6 semanas.

Em nota informativa publicada em agosto, a Sociedade Brasileira de Infectologia afirma que a subvariante da Ômicron possui mutações que conferem maior capacidade de transmissão – o que pode aumentar o número de casos rapidamente.

Contudo, a OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou a Éris como de baixo risco, pois não apresenta mudanças no padrão de gravidade da doença. Até o momento, os relatos dos sintomas são leves, como febre, dor de cabeça, dor no corpo, dor de garganta e coriza.