Fumaça que cobriu ruas do bairro Celina Jallad, em Campo Grande, saiu de área que está sendo preparada para plantação de soja. Até o momento, moradores permanecem assustados com a situação, sem saber se o produto é tóxico ou prejudicial à saúde.

“Começou por volta das 20h de ontem e o vento foi espalhando para o bairro todo, parecia neblina. Foi horrível, ainda mais que tenho uma filha com doença respiratória”, comentou Suelen Cristina da Costa, que mora em frente ao terreno.

Vizinhos contaram que não é a primeira vez que a situação incomoda quem mora no bairro. “Da outra vez fizeram maior poeira e também jogaram inseticida com drone. Dessa vez, a gente não sabe se é cal ou algum tipo de veneno”, completou outro morador.

Há dias, a presença de máquinas agrícolas é notada na área extensa, a poucos metros de casas da Rua Janaína Chacha de Melo. “Eles não têm consciência de quantas e idosos têm no Celina Jallad. A maioria das pessoas em desespero, muita fumaça mesmo”, finaliza moradora. 

O Jornal Midiamax não conseguiu contato com os responsáveis pela área e segue aberto para posicionamento.