Balanço do clima elaborado pelo Cemtec/MS mostra que em 14 cidades de Mato Grosso do Sul, as chuvas do primeiros três meses do ano somaram pelo menos o dobro do registrado no mesmo período do ano passado. A cidade com maior volume acumulado de é São Gabriel do Oeste, onde mais de 1,1 mil milímetros em três meses.

O boletim do Cemtec/MS publicado nesta terça-feira (4) destaca que entre 1º de janeiro e 31 de março de 2023, São Gabriel do Oeste registrou 1.115,2 mm acumulados, sendo que no mesmo período do ano passado o volume era de 438 mm.

Em , segunda cidade com maior registro de chuva no trimestre, teve 1.006,6 mm acumulados este ano contra 531 mm no mesmo período do ano passado. Em , choveu 802 mm no primeiro trimestre contra 492 mm no primeiro trimestre de 2022.

Chuvas acima da média em MS

Em janeiro e fevereiro, diversos municípios registraram chuvas bem acima da média. Em março não foi diferente. De acordo com o Cemtec/MS, dos 35 municípios analisados, 26 tiveram chuvas acima da média em março.

O município com maior precipitação em março foi São Gabriel do Oeste, onde foi registrado 444,4 mm de acumulado de chuva mensal, o que representa 202% acima da média histórica.

Em Corumbá, a chuva foi 145% acima da média, em e Coxim 111%, respectivamente. Já em Campo Grande, o acumulado de chuvas de março ficou em 51% acima da média histórica.