Professora da UFGD é eleita presidente da Sociedade Brasileira de Eletroquímica e Eletroanalítica

A SBEE promove a interação entre pesquisadores nacionais e estrangeiros que atuem na área para impulsionar a área de pesquisas
| 10/03/2022
- 19:46
A professora Patricia Hatsue ministra aulas para a Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia (FACET/UFGD).
A professora Patricia Hatsue ministra aulas para a Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia (FACET/UFGD). - Divulgação/UFGD

A docente Patricia Hatsue Suegama da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) assume presidência da SBEE (Sociedade Brasileira de Eletroquímica e Eletroanalítica).

A SBEE promove a interação entre pesquisadores nacionais e estrangeiros que atuem na área para consolidar e impulsionar o campo de pesquisas como fator de impacto. A sociedade conta com centenas de pesquisadores e docentes, acadêmicos de graduação e de diversas instituições e centros de pesquisa do Brasil. 

A professora Patricia Hatsue ministra aulas para a Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia (FACET/UFGD) nos cursos de Química, bem como orienta trabalhos de pesquisa nos Programas de Pós-graduação em Química, em Ciência e Tecnologia Ambiental, e no Doutorado em Química em Associação com a Universidade Estadual de (UEG) e Universidade Federal de Catalão (UFCAT). Além disso, Patricia também é editora da revista científica "Eclética Química Journal", publicada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). 

Além disso, o professor Willyam Róger Padilha Barros, do corpo docente de pós-graduação em Química na UFGD, assumiu a secretaria geral da SBEE.

De acordo com a presidente da SBEEA Patrícia Hatsue, os conhecimentos nas áreas de eletroquímica e eletroanalítica são importantes para o desenvolvimento de novas tecnologias e aprimoramento de processos industriais e produtivos, bem como a criação de novas metodologias que busquem melhorar a qualidade de vida da sociedade.

Veja também

São previstas 13 decolagens e 10 pousos ao longo do dia

Últimas notícias