O mês de julho é aguardado pelos amantes da astronomia. Isso porque dois fenômenos estão previstos: a Buck Moon – ou dos Cervos – e uma grande chuva de meteoros.

Os entusiastas da astronomia já estão na expectativa por esse período, já que o inverno de 2022 é a época mais propícia para observações. Devido à queda da umidade atmosférica, os céus sem nuvens e noites mais longas facilitam a captação de luzes estelares.

O primeiro fenômeno será na segunda-feira (04), quando a Terra ficará na maior distância possível do Sol.

Já a Lua dos Cervos inicia o ciclo no dia 6 de julho, quando o satélite natural estará mais próximo da Terra. Assim, também é conhecida como Superlua – que terá seu ápice no dia 13 de julho. O nome vem da cultura nativo-americana dos Estados Unidos, pois é nessa época do ano em que os cervos machos desenvolvem seus chifres por completo.

O mês de julho reserva, ainda, a chuva de meteoros Delta Aquáridas Austrais, que poderá ser observada a partir da ultima semana do mês até meados de agosto. O evento poderá começar entre os dias 12 e 14 de julho, mas o ápice será nos dias 28 e 29 de julho. O fenômeno poderá ser observado em todas as regiões de – sendo melhor aproveitado se não houver nebulosidade e em locais mais afastados das luzes da cidade -.

Saiba Mais