Com pelo menos 13 onças-pintadas atropeladas em 5 anos, instituto faz apelo por medidas

Onça morta foi encontrada na BR-262 nesta sexta
| 28/01/2022
- 22:20
Com pelo menos 13 onças-pintadas atropeladas em 5 anos, instituto faz apelo por medidas
Foto: Divulgação/ PMA

Com a 13ª onça-pintada encontrada morta na , entre Miranda e Corumbá, nesta sexta-feira (28), o IPH (Instituto Homem Pantaneiro) fez um apelo para que medidas sejam tomadas para evitar o atropelamento de novos felinos, que são um símbolo em Mato Grosso do Sul. 

Segundo o instituto, de 2016 até esta sexta, 13 animais foram encontrados pelo IHP ou PMA (Polícia Militar Ambiental) atropelados. O instituto alerta, há anos, sobre a necessidade de medidas para evitar o atropelamento de animais silvestres na BR-262.

A redução do nível do impactou no aumento do fluxo da rodovia, porém, segundo a organização, não foram adotadas medidas de mitigação para reduzir os atropelamentos.

Nota divulgada diz que apesar de inúmeras conversas sobre o tema nos últimos anos, nada foi feito. “Lamentavelmente, estamos assistindo todos os dias a morte de animais silvestres e, certamente, em muitos lugares, já não é possível avistá-los”, afirma o presidente do IHP, coronel Ângelo Rabelo.

O corpo da onça-pintada foi recolhido pelo IHP, levado a Corumbá e entregue à PMA. A Polícia encaminhou à Fundação de Meio Ambiente, onde foi feita a coleta de materiais da onça por médicos-veterinários do IHP e da própria fundação. Os materiais serão encaminhados ao Cenap/ICMBio (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos) para análise genética e epidemiológica.

Veja também

O número de enterros deve aumentar ao longo do dia

Últimas notícias