A Prefeitura de Chapadão do Sul –a 333 km de Campo Grande– confirmou na tarde desta segunda-feira (27) a segunda morte causada pelo coronavírus no município. Joaquim Neves de Paula, 63, era morador da cidade e havia sido transferido para o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, na Capital. O paciente ficou 26 dias internado, ao todo.

A Secretaria Municipal de Saúde de Chapadão do Sul informou que de Paula era obeso (uma das comorbidades que podem favorecer a ação do vírus). Ex-funcionário da Iaco Agrícola, ele foi internado em UTI do Hospital Municipal em 1º de julho, lá permanecendo até o dia 22, quando foi transferido para o HR. Na noite de domingo (26), ele não resistiu e veio a óbito.

“Todas as medidas cabíveis foram tomadas e todos os esforços humanos foram desencadeados pelas equipes médicas para que a recuperação do paciente fosse possível”, informou o Executivo municipal, em nota, ao reiterar apelos à comunidade local para que ajude na prevenção à doença.

O corpo de Joaquim de Paula foi encaminhado para Costa Rica, onde foi sepultado seguindo as orientações de biossegurança. Trata-se da segunda morte por Covid-19 em Chapadão do Sul, cidade onde a vítima viveu nos últimos anos.

Além de 2 mortes causadas pela Covid-19, Chapadão do Sul registrou desde o início da pandemia 320 casos positivos da doença. No Estado, o coronavírus infectou 21.802 pessoas (15.827 delas já recuperadas) e causou 320 óbitos.