Cotidiano

Terceirizado da Agetran é flagrado no celular enquanto dirige no centro de Campo Grande

Apesar de ser uma infração, encontrar um motorista usando o celular no trânsito não é nada raro. Entretanto, o que chamou a atenção na manhã desta quarta-feira (6) foi o flagra de um funcionário terceirizado da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) em uma ligação enquanto dirigia. Segundo o leitor, que enviou a imagem […]

Mylena Rocha Publicado em 06/02/2019, às 12h03 - Atualizado às 15h56

Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax
Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax - Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax

Apesar de ser uma infração, encontrar um motorista usando o celular no trânsito não é nada raro. Entretanto, o que chamou a atenção na manhã desta quarta-feira (6) foi o flagra de um funcionário terceirizado da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) em uma ligação enquanto dirigia.

Segundo o leitor, que enviou a imagem do flagra para o Jornal Midiamax, o funcionário estava parado na faixa do meio da rua 13 de Maio, no centro de Campo Grande. A foto foi registrada por volta das 9 horas da manhã e deixou o motorista indignado. “Eles trabalham para punir no trânsito, seria ridículo se não fossem punidos. Eles podem dar a desculpa que estavam estacionados, mas estavam na pista do meio da via”, comentou.

Vale lembrar que é proibido utilizar o celular no trânsito, mesmo parado no semáforo. Em uma entrevista ao Jornal Midiamax, Ivar Custódio da Silva, agente de fiscalização de trânsito do Detran MS, explicou que o uso do celular no trânsito pode ser interpretado como infração gravíssima ou médiapelo agente, como no caso de quem está ‘dando uma olhadinha’ e de quem está falando enquanto dirige.

De acordo com regulamentação de 2016, a maioria dos casos são interpretados como falta gravíssima, com sete pontos na carteira e multa de R$ 239,47, apontou o agente de fiscalização. Então vale ressaltar: a infração não é somente quando o motorista está falando ao celular. Mexer, mandar WhatsApp e até ficar conferindo a hora podem render multa.

O Jornal Midiamax procurou a Agetran, que respondeu por meio da comunicação da Prefeitura que o motorista e o veículo são da empresa vencedora da licitação para a aquisição de novas viaturas.

“Após análise dos detalhes da foto do veículo em questão, informamos que o mesmo está na posse da empresa vencedora do certame licitatório que esta Agetran fez para aquisição da viatura, portanto o motorista não é servidor desta Agetran. Ressaltamos que este órgão de trânsito sempre pauta pela boa conduta e respeito às leis de trânsito”, diz nota.

*Matéria atualizada às 16h para acréscimo de informação

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax