O Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) fez fiscalizações e, mais uma vez, encontrou irregularidades em supermercados de Campo Grande. Desta vez, o alvo foi um dos supermercados mais tradicionais de Campo Grande, o Carrefour. O supermercado foi autuado pelos fiscais e os produtos irregulares foram descartados.

Entre os problemas encontrados, há uma lista: produtos com prazo de validade vencido, produtos impróprios para o consumo por estarem com embalagens violadas ou amassadas e divergência de preços entre a gôndola e o que é registrado nos caixas.

O Procon encontrou 40 pacotes de feijão carioquinha, um pacote de arroz e dois sachês de molho de tomate, vencidos no início do mês de dezembro. Também foram encontrados 25 pacotes de macarrão instantâneo com prazo expirado no início de novembro. Entre os produtos impróprios para consumo devido às conduções da embalagem, estavam milho em conserva, massa de tomate e macarrão instantâneo.

Também foram encontrados produtos sem especificação da procedência, prazo de validade ou lista de ingredientes. O supermercado também tinha 48 produtos com preços diferentes nas prateleiras e no caixa. Todo o material irregular foi descartado pelo Procon.

O superintendente do Procon alerta o consumidor para não se descuidar de detalhes importantes na hora de comprar. “É muito importante ficar atento a prazos, especificações e preços, principalmente nesta época em que há aumento do movimento nos estabelecimentos comerciais”, observa.

Em nota, o Carrefour informa que o fato é pontual e isolado e que as irregularidades não condizem com as práticas da empresa. A rede de supermercados esclarece que reforçou os procedimentos internos e orientações às suas equipes, em linha com o que determina a legislação, o Código de Defesa do Consumidor e a sua política de Segurança Alimentar. O Carrefour ainda reitera seu compromisso com a qualidade dos produtos que oferece aos clientes.