Excesso de velocidade e falta CNH fizeram 48 vítimas na Capital em 9 meses

Semana nacional de trânsito começou nesta segunda-feira 
| 18/09/2017
- 17:05
Excesso de velocidade e falta CNH fizeram 48 vítimas na Capital em 9 meses

Semana nacional de trânsito começou nesta segunda-feira 

Velocidade acima do permitido, pessoas sem habilitação e o uso de álcool são considerados os principais problemas no trânsito de Campo Grande, que resultaram em 48 mortes de janeiro a setembro deste ano. Foi lançada nesta segunda-feira (18), a nova campanha de trânsito da Prefeitura de Campo Grande, com foco na conscientização a convivência entre pessoas e veículos nas ruas.

A Semana Nacional de Trânsito é comemorada anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro. Este ano o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu como tema a ser trabalhado pelos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito e pela comunidade é “Minha Escolha faz a Diferença no Trânsito”. O objetivo principal é sensibilizar os cidadãos e cidadãs campo-grandenses sobre sua co-responsabilidade no trânsito, valorizando ações do ir e vir diário.

 

Na análise de acidentes, somando todas as ruas e avenidas da cidade, a quantidade é absurda. Cerca de 30 acidentes são registrados todos os dias, ou seja, a cada uma hora um condutor sofre um acidente. A Avenida Afonso Pena lidera ranking com 136 ocorrências, seguido pela Gury Marques (93) e avenida Guaicurus (92). 

Ainda sobre as causas para tamanha violência nas vias da cidade, a imperícia dos condutores por falta de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é alta, por dia, uma média de 16 pessoas são flagradas dirigindo sem permissão, informou a chefe de divisão de educação de trânsito do município, Ivonise Rotta.  

A Semana Nacional do Trânsito está prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e tem a finalidade de sensibilizar a sociedade para que assumam o compromisso e somem esforços com o poder público para preservar vidas, nossas Vidas.  Devemos focar no desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir com segurança, utilizando todos os meios e equipamentos disponíveis para prevenir acidentes, faça a escolha certa pois sua escolha faz a diferença no trânsito.

 

“A Semana Nacional do Trânsito não é uma ação isolada, ela soma com todas as outras que são desenvolvidas durante o ano inteiro. O que pretendemos com essa comemoração nacional é mudar a postura de toda a sociedade no esforço conjunto para minimizar os acidentes”, diz Janine de Lima Bruno Diretor Presidente da Agetran.
Ações

De acordo com o Contran, o ator do trânsito deve ser tratado como alguém que tem o poder de decidir o seu destino e que é o responsável pelas próprias ações e sofrerá as consequências de suas escolhas. Assim, o tema de 2017, possibilita realizar ações focadas em todos os integrantes do trânsito (pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e condutores). Cada um é responsável pelas atitudes no dia a dia no trânsito e que cada um pode e faz a diferença. 

 

Veja também

Últimas notícias