Feriados de maio? Confira todos e muitos deles cairão no domingo

Feriado em maio está escasso e a maior parte deles cairá no domingo
| 01/05/2022
- 08:37
Feriados de maio? Confira todos e muitos deles cairão no domingo
13 de maio de 1888 – Princesa Isabel assina a lei Áurea. Foto: Biblioteca Nacional

Maio começa com o Dia do Trabalhador, data celebrada em vários países do mundo e que, no Brasil, é nacional. O dia faz memória a uma greve de trabalhadores que aconteceu em Chicago, nos Estados Unidos, em 1886, por melhores condições de trabalho. Por conta desta mobilização, o Dia do Trabalhador virou um marco da luta por direitos trabalhistas. Em 2022, a data cai em um domingo.

Nesse mesmo dia 1º, também se comemora o Dia da Literatura Brasileira. A data foi escolhida por conta do aniversário do autor José de Alencar, nascido em Fortaleza, em 1829. O célebre romancista escreveu clássicos como O Guarani (1857, leia aqui), Iracema (1865, leia aqui), e Senhora (1875, leia aqui) e outros sucessos.

Outra data que entrou para a história brasileira completa 134 anos neste mês. É o Dia da Abolição da Escravatura no Brasil, comemorado em 13 de maio. Neste dia, no ano de 1888, foi assinada pela Princesa Isabel (leia mais) a Lei Áurea, que extinguiu a no país.

No segundo domingo de maio - este ano, no dia 8 -, é comemorado o Dia das Mães. O mês tem outras datas ligadas às famílias: dia 15 é o Dia Internacional das Famílias e o dia 25, o Dia Nacional da Adoção. Entre as profissões que têm seu dia comemorado neste mês estão artistas plásticos (8), enfermeiros (12), físicos (19) e geógrafos (29).

O mês ainda traz dias que tratam da luta contra a discriminação e violações, como o Dia Internacional de Luta contra a Homofobia e Transfobia e o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes , respectivamente, 17 e 18 de maio. Também no dia 18 é lembrado o Dia da Luta Antimanicomial.

Várias figuras importantes da cultura brasileira fazem aniversário neste mês. São comemorados os 85 anos da escritora Nélida Piñon (3 de maio), que foi a primeira presidente mulher da Academia Brasileiras de Letras. No dia seguinte, é dia de recordar o legado da cantora Dalva de Oliveira, que nasceu há 105 anos. Outra mulher lembrada em maio é a soprano Bidu Sayão, brasileira que é reconhecida como uma das maiores estrelas da ópera de todos os tempos - ela nasceu há 120 anos, em 11 de maio de 1902.

Ainda neste mês, o dia 2 é de recordar os 25 anos da morte do educador Paulo Freire. No dia 4, completam-se 85 anos da morte do compositor Noel Rosa.

Fonte: Agência Brasil

Veja também

No total, o Brasil tem 672.101 vítimas e 32.536.302 casos da doença

Últimas notícias