Você sabe todas as funções que elétricas do seu carro? Hoje dias, diversos modelos saem da fábrica com funções “ocultas”, oficialmente disponíveis apenas em modelos mais caros da mesma fabricante. No entanto, essas funcionalidades podem literalmente ser destravadas, por meio de um serviço chamado de “coding”, muitas vezes sem a necessidade de instalação de sensores nem de outros equipamentos adicionais.

Esse serviço contempla principalmente veículos das marcas Volkswagen e Audi, mas também está disponível em carros de outras fabricantes e de valores mais baratos. De acordo com Nelson de Oliveira Junior, proprietário da VAG Coding BR, o coding consiste em “codificar” a programação de fábrica para destravar essas funções secretas.

“Podemos enviar um cabo para realizar o coding remotamente, em qualquer lugar do mundo. Entro na rede CAN [que conecta todos os módulos eletrônicos] para ativar funções previamente programadas de fábrica, mas que não estavam habilitadas”, explica Junior.

Recursos não envolvem potência dos veículos

O especialista esclarece ainda que os recursos liberados não envolvem a performance dos carros. Dependendo do modelo e das funções, o serviço custa de R$ 300 a R$ 1.000, informa. Algumas são apenas estéticas, enquanto outras liberam até a capacidade de condução semiautônoma.

No caso do Volkswagen T-Cross, em unidades equipadas com o motor 1.4 TSI, é possível ativar na central multimídia os mostradores do Modo Sport, que exibem força G, pressão do turbo e temperatura do óleo – disponíveis de fábrica no Polo e Virtus GTS e no Jetta GLI.

Considerando versões equipadas com painel digital, independentemente do modelo, há outras modificações disponíveis, diz Junior. As funcionalidades que podem ser destravadas dependem do modelo e do respectivo ano de fabricação – muitas vezes, é necessário informar o número de série do veículo para saber as opções de coding disponíveis para ele.

Com informações do Uol.