A (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) formalizou o quinto termo aditivo ao contrato para obras de pavimentação do lote 1 da rodovia MS-382, entre e Ponta Porã. O prazo de execução foi prorrogado para 8 de junho de 2023.

O extrato do termo aditivo foi publicado no DOE (Diário Oficial Eletrônico). Até então, o prazo previsto era 10 de março. O valor do serviço foi mantido em R$ 84.370.820,63.

Pela última medição disponibilizada no Portal da Transparência, a já está 87,46% executada. O serviço abrange um trecho de 37,72 km, entre a BR-060 e a MS-270.

O aditivo foi assinado pelo diretor-presidente da Agesul, Mauro Azambuja Rondon Flores, e o representante da Engenharia e , João Leopoldino Neto.

Pavimentação da rodovia MS-382

A licitação do lote 1 foi lançada em março de 2020. Em novembro daquele ano, a Bandeirantes foi escolhida para executar a obra, ao custo de R$ 70,9 milhões. O contrato foi assinado em dezembro e a ordem de serviço foi emitida no mesmo mês.

Quatro aditivos foram feitos ao contrato, que estendeu o prazo da obra e elevou o valor para R$ 84,3 milhões.

Já o certame referente ao lote 2 foi aberto também em março de 2020. Em maio daquele ano, a Bandeirantes também venceu a concorrência, por R$ 70,9 milhões. O contrato também foi alterado para aumentar o período de execução, atualmente até 3 de outubro de 2023, e reajustar o valor para R$ 79,8 milhões.