Política / Transparência

Presidente do TCE é investigado por irregularidade na análise de contas do Governo

Procedimento foi convertido em inquérito

Evelin Cáceres Publicado em 22/06/2016, às 13h19

None
neves.jpg

Procedimento foi convertido em inquérito

A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande converteu em inquérito civil um procedimento preparatório contra o presidente do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), Waldir Neves. O aprofundamento das investigações foi publicado no Diário Oficial do Ministério Público do Estado desta quarta-feira (22).

O pedido de investigação foi feito pelo suposto desvio de função, considerado ato de improbidade administrativa.

De acordo com a denúncia, o presidente do Tribunal teria designado servidores comissionados para compor comissão de assessoramento para elaboração do projeto de parecer sobre as contas do Governo de Mato Grosso do Sul.

Não há, na publicação, informação sobre as contas de qual ano teriam sido analisadas pelos comissionados. O andamento processual também não está aberto para consulta pública, sendo necessário ter senha de acesso para ver o procedimento.

O responsável pela investigação é Henrique Franco Cândia.

Jornal Midiamax