O secretário de Governo de Campo Grande, João Rocha, explicou nesta terça-feira (31), após reunião na com a secretária de Gestão, Evelyse Ferreira Cruz Oyadomari, e vereadores, que terá um retorno sobre o salário dos servidores que recebem abaixo do mínimo em até 15 dias.

“Conversamos com os vereadores e dentro de 15 dias haverá um retorno. Os vereadores vão até a prefeitura e vamos apresentar algumas propostas de ajustes para esses servidores que recebem menos de um mínimo. Estamos fazendo um estudo. Não podemos vender o que nós não podemos entregar”, disse.

A questão é debatida desde a gestão de Marquinhos Trad e, segundo o vereador Valdir Gomes, por omissão do então secretário, o atual deputado estadual (PSD).

O vereador tentou apresentar projeto de lei para corrigir a distorção salarial que, segundo o parlamentar, afeta 6 mil servidores municipais, mas não conseguiu por vício de iniciativa. Ou seja, a proposta deve ser implementada pelo Executivo.

Uma comissão composta pelos vereadores Valdir Gomes (PSD), Marcos Tabosa (PDT), Alírio Vilassanti (União), Victor Rocha (PP) e Professor André (Rede) acompanha a situação dos servidores.