Estado teria deixado de arrecadar quase R$ 300 milhões para combustível não subir, diz Reinaldo

O governador cita congelamento da pauta do combustível
| 16/05/2022
- 12:20
Combustível
Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB). - (Foto: Nathália Alcântara, Jornal Midiamax).

O governador de Mato Grosso do Sul, (PSDB), afirmou, nesta segunda-feira (16), que o Estado já teria deixado de arrecadar quase R$ 300 milhões para o combustível não subir ainda mais. Ele ainda cobrou 'atitude' da Petrobras com uso do fundo de estabilização.

"Caso contrário, todas as vezes que o subir, o combustível vai subir também". Reinaldo questionou, ainda, que é 'muito lucro R$ 44 milhões' pra uma empresa em um trimestr. "Será que não dá para fatiar isso com o povo brasileiro e diminuir o impacto do preço?".

Combustível

Sobre o freio da arrecadação, o governador cita o congelamento da pauta desde abril de 2021 e que, verificar a nível nacional, é a pauta mais baixa do Brasil. "O Estado abriu mão de quase 300 milhões de arrecadação para poder deixar que os postos coloque nas bombas os combustíveis mais baratos".

Veja também

Evento têm a presença confirmada de Simone Tebet, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva

Últimas notícias