‘De alguma forma era esperado’, diz Simone Tebet sobre Doria desistir de candidatura

Simone já havia dito que Doria 'nunca foi adversário, mas sim, aliado'
| 23/05/2022
- 15:19
psdb mdb Senadora Simone Tebet
Foto: Reprodução | Redes Sociais. - (Foto: Divulgação)

A pré-candidata à presidência, Simone Tebet (MDB), voltou a comentar sobre a desistência do ex-governador João Doria (PSDB) da corrida eleitoral. “Era de alguma forma esperado”, informou nesta segunda-feira (23).

Em entrevista à veículos de Mato Grosso, onde cumpriu agenda, a senadora sul-mato-grossense disse que foram “positivamente surpreendidos” com o anúncio de Doria. A pré-candidata tem o nome apontado como o escolhido pela Frente Democrática para ser cabeça de chapa da 3º nas eleições deste ano.

Sobre o ex-governador, Simone afirmou que são “colegas e amigos”. Além de destacar que estavam em uma ‘disputa democrática’ pela cabeça de chapa da 3ª via. “Só tenho a agradecer a humildade do governador João Doria, de perceber que o momento é um momento de união”, disse.

Segundo a nota encaminhada ao Jornal Midiamax mais cedo, Simone afirmou que Doria nunca foi adversário, mas sim, aliado. “Vamos trabalhar para unir todo o centro democrático. Gostaria muito de ter o PSDB e o Cidadania junto conosco”, escreveu.

Doria como vice

Após o nome de Simone Tebet (MDB) ser apontado como o escolhido da Frente Democrática para cabeça de chapa da 3ª via, João Doria (PSDB) disse dialogar sobre ser vice. “Estamos dialogando, sempre conversando”, disse sobre compor a chapa como vice da senadora sul-mato-grossense.

A afirmação foi feita à jornalistas em na sexta-feira (20), ao lado do ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). O pré-candidato do PSDB disse ainda que o “diálogo é a base da democracia”.

Simone é o nome da 3ª via

Apesar de ser apontada como a escolhida do PSDB, Cidadania e o próprio partido, MDB, Simone prefere aguardar a oficialização. “Não está nada oficializado, então vamos aguardar amanhã. De toda forma, estou extremamente otimista”, declarou.

No último dia 18, os presidentes das legendas, Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB) e Roberto Freire (Cidadania), se reuniram para discutir os resultados das pesquisas qualitativas e quantitativas que definiriam a escolha para cabeça de chapa.

“Nós três chegamos a um consenso. Só que não somos nós que vamos decidir”, explicou Freire. Os presidentes ainda realizariam reuniões com as executivas nacionais e o resultado deve ser divulgado nesta terça-feira (24).

Resistência no partido?

Questionada sobre a resistência dos emedebistas no e outras regiões do país, Simone lembrou que o MDB é um dos partidos com grande número de prefeitos, vice-prefeitos e deputados eleitos.

“É natural que não tenhamos unanimidade, mas vamos ter a unidade do partido na convenção. Temos 80% do diretório conosco”, garantiu durante a entrevista.

Veja também

Foram cinco votos contrários ao pedido de cassação e três favoráveis

Últimas notícias