Política

A uma semana de eleição, juiz defere candidaturas à prefeitura de Sidrolândia

Pleito suplementar será realizado no domingo

Adriel Mattos Publicado em 07/06/2021, às 13h24

None
Foto: Reprodução/Google Street View

A 31ª Zona Eleitoral de Sidrolândia deferiu as duas candidaturas à prefeitura de Sidrolândia. As coligações também foram homologadas, mas uma delas sofreu alterações.

As decisões foram publicadas na sexta-feira (4). A coligação “Juntos por Sidrolândia” teve a Rede Sustentabilidade excluída do arco de apoio. O juiz Cláudio Müller Pareja apontou que, apesar de ter havido duas convenções, uma maioria decidiu apoiar a chapa adversária.

“Vê-se da informação prestada pelo Cartório Eleitoral que foi detectada dissidência partidária da Rede Sustentabilidade, que figurou no presente DRAP [Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários], e também no DRAP da coligação ‘A Esperança que move Sidrolândia’. Foram juntados aos autos, os originais da Atas e Lista de Presença, bem como prova da divulgação do Edital de convocação de ambas as convenções. Não há vícios formais em ambas as convenções realizadas pela Rede Sustentabilidade, sendo que a matéria não foi tratada de forma interna pelo partido, ou seja, não houve dissolução do órgão municipal pelo regional, de forma que resta tão somente verificar o que decidiu a maioria”, escreveu.

Dessa forma, a aliança tucana, encabeçada por Enelvo Felini, fica com a formação PSDB, Patriota, DEM, Podemos e Solidariedade. A coligação da prefeita interina Vanda Camilo foi mantida como está, sendo composta por PP, MDB, PT, PDT, PTB, PL, PMN, PSD, PSL, PL e Rede.

O pleito está marcado para 13 de junho. A posse está prevista para 2 de julho.

Nova eleição

novo pleito foi convocado pelo TRE após o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidir manter a impugnação do registro de candidatura de Daltro Fiúza (MDB), eleito em novembro. Sem ser diplomado e consequentemente impedido de tomar posse, Vanda Camilo (PP) assumiu a prefeitura, após ser eleita presidente da Câmara Municipal, em janeiro.

O processo, que chegou a ser interrompido devido à pandemia de Covid-19, foi retomado de onde parou, ou seja, a disputa continua entre dois candidatos: a prefeita interina Vanda Camilo e o ex-prefeito e ex-deputado estadual Enelvo Felini (PSDB). 

Jornal Midiamax