Política

Com aval dos deputados, estado de calamidade pública é prorrogado em Três Lagoas

Aprovado pelos deputados estaduais nesta quarta-feira (17), o estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus, foi prorrogado no município de Três Lagoas. Assim, o decreto tem validade até 30 de junho. O município encaminhou o pedido à Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) para prorrogar a calamidade pública que venceu […]

Renata Volpe Publicado em 17/03/2021, às 12h07 - Atualizado às 12h08

Deputados foram favoráveis ao decreto legislativo. (Reprodução)
Deputados foram favoráveis ao decreto legislativo. (Reprodução) - Deputados foram favoráveis ao decreto legislativo. (Reprodução)

Aprovado pelos deputados estaduais nesta quarta-feira (17), o estado de calamidade pública devido à pandemia do novo coronavírus, foi prorrogado no município de Três Lagoas. Assim, o decreto tem validade até 30 de junho.

O município encaminhou o pedido à Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) para prorrogar a calamidade pública que venceu em janeiro. Apenas o deputado João Henrique Catan (PL) votou contra.

Para vigorar, o decreto deve ser publicado no Diário Oficial da Assembleia. A medida permite que a prefeitura faça, por exemplo, compras e contratações de pessoal emergenciais, sujeitas a acompanhamento da Câmara Municipal.

Além de Jardim e de Bodoquena, 13 cidades já pediram a prorrogação do estado de calamidadeCampo Grande, Terenos, Costa Rica, Ladário, BatayporãRio Brilhante, Naviraí, IvinhemaDouradina, Laguna Carapã, Nova Alvorada do Sul, Aparecida do Taboado e Três Lagoas.

Jornal Midiamax