TRE-MS diz que tiroteio foi ‘pontual’ e que Força Nacional chega quarta-feira na fronteira

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) classificou de ‘pontual’ o tiroteio que ocorreu durante ato político em Coronel Sapucaia e afirmou que Força Nacional chega na cidade na quarta-feira (11). Dois homens se aproximaram do grupo do PSD que participava de adesivagem no domingo (8) e um deles disparou contra Aníbal […]
| 09/11/2020
- 14:46
TRE-MS diz que tiroteio foi ‘pontual’ e que Força Nacional chega quarta-feira na fronteira
Fachada do TRE-MS em Campo Grande.(Foto: Arquivo) - Fachada do TRE-MS em Campo Grande.(Foto: Arquivo)

O (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) classificou de ‘pontual’ o tiroteio que ocorreu durante ato político em Coronel Sapucaia e afirmou que Força Nacional chega na cidade na quarta-feira (11). Dois homens se aproximaram do grupo do PSD que participava de adesivagem no domingo (8) e um deles disparou contra Aníbal Ortiz, que morreu no local. Outras três pessoas foram feridas, incluindo o marido da candidata a prefeita Claudinha Maciel, do PSD.

“Essa é uma situação pontual que está sendo averiguada pela Justiça Eleitoral com todo o apoio da Polícia Civil. O apoio das já foi autorizado e a operacionalização dessa missão deve ter início na quarta-feira”.

Mais cedo, o presidente do partido em Coronel Sapucaia, Carlos Magno, disse que o crime não teria sido motivado por política. Já o dirigente que comanda o PSD em Mato Grosso do Sul, senador Nelson Trad Filho, no entanto, cita que os alvos foram pessoas ligadas ao partido e campanha eleitoral. Portanto, não descarta a possibilidade.

Atentado

Os três feridos são uma mulher de 21 anos, atingida no pé; um homem de 50 anos que teve o lado esquerdo do abdômen ferido supercialmente e outro homem de 62 anos, atingido na boca. Este último é marido da candidata a prefeita do PSD, Claudinha Maciel. Em sua rede social, ainda ontem, ela postou um vídeo contando sobre o acontecido.

Segundo ela, um partido concorrente tinha uma adesivagem protocolada até as 15h, quanto iria iniciar a adesivagem do PSD. Ela contou que Anibal é tio de um candidato da coligação e que os outros feridos são trabalhadores e apoiadores da campanha.

Após o crime, os autores fugiram e as vítimas foram socorridas pela população para o hospital municipal da cidade. No local, a PM (Policia Militar) encontrou 12 cápsulas de munição 9mm e ainda um projétil. O caso foi registrado na Polícia Civil do município.

 

Veja também

Registros devem ser feitos até dia 15 de agosto

Últimas notícias