A mulher, de 27 anos, ferida com um tiro na boca na tarde de quarta-feira (12), em Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande, foi transferida para o Hospital da Vida em Dourados, onde permanece na ala vermelha.

Uma das linhas de investigação da polícia é tentativa de feminicídio, porém ainda estão sendo feitas diligências e colhido depoimento de testemunhas. O celular de uma testemunha que estava com a vítima, foi recolhido.

Conforme explicou a delegada a frente do caso, Laís Alves da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), explicou que são dois suspeitos, além do ex-companheiro da vítima, este último está preso em Dourados.
Dos dois suspeitos de terem participado do crime, um teria ido até o local e efetuado os disparos, enquanto a participação do outro seria no planejamento do crime.

O suspeito de atirar três vezes na jovem estava usando a motocicleta do ex-marido da vítima. Uma testemunha contou aos policiais que estava na casa no momento do crime, e que o autor no último sábado (8), foi até a residência da vítima para buscar a motocicleta que era do ex-marido da amiga. O suspeito entrou na casa, nessa quarta, e ao ver a moradora atirou três vezes contra ela.

Havia crianças no local no momento do crime. Ainda de acordo com a testemunha, o suspeito seria moreno e estava usando uma calça escura e uma jaqueta de couro.