A Polícia Civil, através da 3ª Delegacia de Polícia, investiga um crime de homicídio no Jardim Noroeste em Campo Grande. Um homem, ainda não identificado, foi encontrado por policiais militares morto com um tiro na cabeça na manhã desta terça-feira (25).

No local, não foram encontrados documentos. O corpo foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), que deve realizar a identificação através das digitais da vítima.

Segundo a delegada Jennifer Estevam de Araújo, vizinhos relataram que ouviram tiros na madrugada e, quando amanheceu, explicaram a situação a uma equipe da Polícia Militar que fazia rondas na região.

Os policiais conversaram com a vizinhança para saber de onde teria vindo o disparo e identificaram uma casa. Ao se aproximar da casa, os militares encontraram o homem, de aproximadamente 40 anos, caído em cima da cama com um tiro na cabeça.

A Perícia e a Polícia Civil foram acionadas. “O crime foi registrado como homicídio qualificado por razão de ter sido praticado com meio que dificultou a reação da vítima”, explicou a delegada.

No local, à equipe do Jornal Midiamax, vizinhos informaram que a vítima morava há cerca de um ano no local e era acostumado a disparar tiros para o alto e, por isso, não se importaram com os barulhos ouvidos nesta madrugada. 

Ainda, conforme os relatos, o jovem era usuário de drogas e consumia bebida alcoólica.