Presos do PCC que ameaçaram policiais penais em motim são transferidos para Campo Grande

Eles ainda quebraram telhado de presídio
| 20/06/2022
- 15:47
Presos do PCC que ameaçaram policiais penais em motim são transferidos para Campo Grande
Imagem ilustrativa - Arquivo/Henrique Arakaki

Foram identificados e transferidos para a Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da I, em Campo Grande, internos que provocaram um motim no Presídio de Cassilândia, a 430 quilômetros. Os presos ameaçaram policiais penais na última sexta-feira (17).

Conforme a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), os reeducandos foram transferidos para Campo Grande como medida preventiva e de segurança. Eles foram autuados por motim de presos, ameaça e dano no presídio.

No boletim de ocorrência, consta informação de que policiais da cidade foram avisados nesta sexta-feira (17), por meio de comunicação interna, de que na noite de quinta-feira (16) foram apreendidos entorpecentes arremessados para o da Unidade Prisional.

Na manhã seguinte, os internos de uma cela da ala solitária passaram a quebrar telhas e arremessá-las em direção aos policiais penais. Eles também teriam ameaçado um agente em específico, dizendo que iriam matá-lo. Um dos internos foi identificado como sendo o responsável por instigar outros presos a desobedecer as ordens.

Outro interno teria dito a um policial que seria membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e feito ameaças.

Veja também

Idosa está em coma na Santa Casa de Campo Grande

Últimas notícias