Arrendatária é multada em R$ 20 mil por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos

Policiais ambientais autuaram a arrendatária rural por disposição inadequada de embalagens
| 19/02/2022
- 02:21
Divulgação
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou uma arrendatária rural de 35 anos em R$ 20 mil por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos em Campo Grande, nesta sexta-feira (18). Policiais ambientais autuaram a arrendatária rural por disposição inadequada de embalagens de agrotóxicos.
De acordo com a polícia, a autuação foi confeccionada, depois de fiscalização ambiental em uma propriedade rural, localizada no município de Campo Grande, a 150 km da cidade, em que os Policiais depararam ontem (17) à tarde, com centenas de embalagens de agrotóxicos armazenadas e destinadas de forma irregular.

Ainda segundo a PMA, o material utilizado na propriedade, dentre embalagens plásticas e principalmente tambores de plástico, estava sendo armazenado em barracão aberto, sem proteção do solo com riscos de contaminação. Em volta do barracão também havia embalagens em meio a intempéries. Além de tudo, o local permitia acesso de pessoas e animais colocando-os em risco. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

A arrendatária de 35 anos, residente em Dourados, foi notificada a tomar as providências para a destinação adequada dos resíduos perigosos, conforme determina a legislação (devolução). A PMA também confeccionou um auto de infração administrativo e arbitrou multa de R$ 20 mil contra a autuada

Veja também

Últimas notícias