Preso por esfaquear motorista, lavador enviou 'nudes' e já fez ameaças de morte em Campo Grande

Testemunha contou que ele enviava fotos de seu órgão genital para membros da igreja que frequentava
| 16/06/2022
- 09:47
Preso por esfaquear motorista, lavador enviou 'nudes' e já fez ameaças de morte em Campo Grande
(Foto: Henrique Arakaki - Jornal Midiamax)

O lavador de carros, de 24 anos, preso nesta quarta-feira (15) por esfaquear uma motorista de aplicativo no dia 20 de maio, já respondeu por crimes de ameaça, importunação sexual, divulgação de cena de estupro de vulnerável, armazenar imagens com cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo adolescente e violação de domicílio. As vítimas eram mulheres adultas e adolescentes, que chegaram a ser ameaçadas de morte.

Segundo uma das vítimas, que registrou boletim de ocorrência em janeiro deste ano na Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), ela informou que trabalha em uma escola de línguas da Capital e costuma enviar mensagens para os contatos sobre os cursos oferecidos. Em uma dessas publicações que a vítima fez, o autor entrou em contato com ela e começou a conversar sobre assuntos amorosos.

Quando a vítima não deu espaço para mais conversas, o autor teria se irritado e passado a ameaçá-la com palavras obscenas e mandado um vídeo dele se masturbando. Ele ainda teria feito uma do vídeo e colocado o nome da vítima.

Outra ocorrência foi registrada contra o autor no mês de dezembro de 2020 durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Foram identificados que duas adolescentes, de 15 e 17 anos, após serem ouvidas em depoimento especial, receberam mensagens do autor com conteúdo sexual.

A adolescente de 15 anos alegou ter sido ameaçada por ele em conversas no WhatsApp, onde ele teria dito “se você não ficar comigo não vai ficar com mais ninguém” e “eu vou te matar”, enviando foto de um revólver em seguida. Já a vítima de então 17 anos, explicou que conheceu o autor na residência de uma parente e que ele frequentava o local pois era amigo da mulher.

O autor conseguiu o número de telefone da vítima e passou a enviar fotos de seu órgão genital. Uma testemunha alegou que ele enviava fotos para outros membros da igreja evangélica que frequentavam. Outra testemunha, irmã de uma das vítimas, alegou ter recebido um GIF do autor se masturbando.

A mãe de uma terceira vítima, de 16 anos na época do registro da ocorrência na Depca, em outubro de 2020, alegou que a filha recebeu mensagens e vídeos com teor sexual, além de ter sido ameaçada pelo autor. Ele teria entrado em contato com a vítima por um perfil criado no e enviado mensagens dizendo que iria estuprá-la. Ele também teria enviado um vídeo de um homem se masturbando, em que parecia ser ele nas imagens. Logo após, a vítima o bloqueou.

Em maio de 2020 outra vítima, menor de idade, relatou que uma amiga entrou em contato com ela dizendo que um número desconhecido estava se passando por ela e havia conversado com um rapaz. A amiga descobriu pois o rapaz teria postado um ‘status’ perguntando se alguém conhecia a dona do número, que tinha enviado 'nudes' e o convidado para sair.

preso esfaquear motorista defurv 3 - Preso por esfaquear motorista, lavador enviou 'nudes' e já fez ameaças de morte em Campo Grande
(Foto: Henrique Arakaki - Jornal Midiamax)

Já em dezembro de 2020 outra pessoa também entrou em contato com a adolescente dizendo que havia recebido 'nudes' de um número se passando por ela. Dias depois, ela começou a receber mensagens de um número desconhecido pedindo nudes. Após recusar, a pessoa teria perguntado se “teria que ir ver pessoalmente?” e a xingado, enviando vídeos pornográficos na sequência. Posteriormente, o proprietário do perfil foi identificado, através dos dados da operadora de celular, como o lavador de carros preso por esfaquear a motorista de aplicativo.

Em novembro do ano passado, ele pulou o muro de uma casa e aproveitando que a porta estava aberta entrou na casa da vítima sem a autorização. No local, ele foi até o quarto e abaixou a bermuda e começou se tocar na frente da mulher.

Em depoimento, a vítima relatou que teria se despedido de uma amiga e retornou para o interior da casa, lá, sentou na cama e começou a mexer no celular. Em certo momento, ela teria notado um vulto pelo vão da porta, mas acabou ignorando.

Instantes depois, a vítima esticou o pescoço para ter certeza que não era nada, foi quando se deparou com o homem que imediatamente abaixou a bermuda e começou a se tocar. A mulher, desesperada começou a gritar e pedir por socorro. O autor, correu para os fundos da residência com as vestes abaixadas. Depois, ele levantou a bermuda e pulou o muro.

Contra o autor só na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), são sete registros, três de Perturbação, três de injúria e um de satisfação da lasciva na presença de criança/adolescente. Os boletins de ocorrência são de 2018 a 2020.

preso esfaquear motorista defurv 4 - Preso por esfaquear motorista, lavador enviou 'nudes' e já fez ameaças de morte em Campo Grande
(Foto: Henrique Arakaki - Jornal Midiamax)

Prisão

O homem foi preso pela Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos) com mandado de prisão preventiva, em um posto de gasolina onde trabalhava como lavador de carros. Na casa do autor foram cumpridos mandados de busca e apreensão, e restos das roupas que ele havia usado no dia do crime foram apreendidas, além do celular.

O pedido de prisão temporária chegou a ser negado pelo Judiciário, dias após o crime, mas a tipificação do crime foi mudada de tentativa de latrocínio para tentativa de homicídio, segundo o delegado Roberto Guimarães, da Defurv. Ele prestou depoimento e foi liberado, mas confessou que tinha a intenção de esfaquear outras mulheres, apesar do intuito do crime não ser levar o veículo da vítima. Por considerar um risco à sociedade o autor permanecer solto, a prisão foi autorizada pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Mato Grosso do Sul, na noite de terça-feira (14).

preso esfaquear motorista defurv 5 - Preso por esfaquear motorista, lavador enviou 'nudes' e já fez ameaças de morte em Campo Grande
Delegado Roberto Guimarães, da Defurv. (Foto: Henrique Arakaki - Jornal Midiamax)

Áudio pedindo socorro

A motorista passou dias internada na Santa Casa após sofrer os ferimentos. Ela conseguiu pedir ajuda em um espetinho, nas imediações. Ela foi esfaqueada no ombro, face, orelha e na

O áudio mostra o drama que a motorista passou. "O cara me furou toda de faca gente", relata. Em seguida, ela disse: "Moço, moço, me socorre, eu fui assaltada. Eu tô toda furada. Ajuda me levar ali no posto", relata drama vivido. A vítima foi socorrida e levada primeiramente ao CRS (Centro Regional de Saúde) e, posteriormente, devido à gravidade, foi transferida para a Santa Casa.

A motorista de aplicativo havia pegado um passageiro na Rua Internacional, no Jardim São Conrado, com destino à Avenida Filinto Muller, atrás do Condomínio Village Parati. Porém, quando a vítima estava chegando próximo ao destino, o autor teria pegado uma faca e começou a desferir vários golpes na vítima.

Veja também

Últimas notícias