Segundo o boletim de ocorrência, a vítima, de 38 anos, relatou que após uma discussão com seu marido, ele teria começado a retirar seus pertences da residência, mas em dado momento ela disse que ele não retiraria mais nada da casa. Nesse momento, o homem teria iniciado as agressões, com socos nas costas. O homem, de 29 anos, ainda teria batido com o portão em seu filho de 18 anos, que teria deficiência.

Já para a polícia, o autor alegou que após discussão com a mulher, ela que teria iniciado as agressões, usando um objeto de madeira para desferir golpes em sua cabeça.  Ele também negou que o portão da residência tenha batido no menor.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Três Lagoas e a Polícia Civil, por meio da DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher), investigará os fatos.

Saiba Mais