Segundo relato da irmã, Reynaldo Junior da Silva Valhejo saiu de casa nesta terça-feira (21) por volta das 14 horas, e seguiu para o trabalho, onde já atuava há aproximadamente dois meses.

As informações são de que o rapaz, durante o expediente, encostou em uma tela por onde passava energia no aviário e acabou eletrocutado. Ele gritou e caiu no chão. 

Outros trabalhadores que estavam por lá prestaram socorro e o levaram ao Hospital São Mateus. O rapaz chegou com parada cardíaca e as equipes tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como morte a esclarecer.