Três dias após Wander de Oliveira, de 45 anos, ser vítima de tiros em um condomínio residencial no Jardim Campo Nobre, em , a polícia já tem a identificação do possível autor. O crime aconteceu na manhã de sábado (5) após um desentendimento e a vítima morreu no hospital no domingo (6).

O delegado titular da 5ª Delegacia de Polícia Civil, João Reis Belo, disse que a investigação continua e testemunhas do crime são ouvidas. Segundo ele já há identificação do possível autor e nos próximos dias o crime deve ser esclarecido. Conforme o delegado o suspeito ainda não foi localizado.

Também de acordo com a autoridade policial, caso o suspeito não seja encontrado ou não se apresente, será feito pedido de prisão preventiva.

Discussão e tiros

Wander e o autor do crime teriam discutido na manhã de sábado no condomínio residencial. Os dois teriam passado a noite ingerindo bebidas alcoólicas e moradores não souberam informar o motivo da discussão, mas durante a briga o autor do crime atirou contra Wander, o atingindo três vezes.

Conforme as testemunhas, a vítima ainda tentou fugir correndo após ser ferida e chegou a passar por crianças que brincavam no condomínio, enquanto o autor a perseguia. O homem fez o terceiro disparo, quando Wander caiu no chão.

O autor do crime fugiu antes que a polícia chegasse ao local. A vítima foi socorrida, encaminhada para a Santa Casa e teve parada cardiorrespiratória na madrugada de domingo, quando faleceu.