Quadrilha arma encontro sexual e rouba três carros para explodir caixa

Cinco suspeitos foram presos
| 29/04/2017
- 18:58
Quadrilha arma encontro sexual e rouba três carros para explodir caixa

Cinco suspeitos foram presos

A Polícia Civil de Sidrolândia, em parceria com o Batalhão de Choque da Polícia Militar, prenderam nesta sexta-feira (28) uma responsável pelo roubo, seguido de cárcere privado, de pelo menos três veículos em Campo Grande. O grupo ainda planejava explodir um caixa eletrônico do Terminal General Osório.

Cinco pessoas foram detidas. Três suspeitos em Sidrolândia, cidade para a qual os veículos roubados foram levados depois dos crimes e outros dois suspeitos na Capital, esses identificados como Jorge Anderson Oliveira dos Santos, 32 anos e Naim Ayman Naim Samour, de 22 anos.

Os três roubos aconteceram em bairros distintos da cidade na quarta-feira (27). O primeiro teria acontecido no Bairro São Francisco. Em busca de joias e dinheiro os cinco suspeitos invadiram a casa de um homem de 56 anos. O morador chegou a ter uma arma apontada para ele e para a esposa, que estava acamada.

Como não encontraram os objetos de valor, fugiram levando televisão e Fiat Uno, placas NDP 5539, do casal, que ficou trancado no banheiro. O segundo assalto aconteceu na mesma maneira, mas desta vez na Vila Sobrinho.

O grupo invadiu a casa de uma moradora do bairro no momento em que ela e a mãe de chegavam em casa. Assim como no primeiro roubo, os bandidos exigiram joias e dinheiro, mas não encontraram. Eles reviraram a casa e fugiram com carro da família, um Citroën C3. A duas mulheres foram ameaçadas e deixadas dentro de um dos quartos da residência.

Para a polícia, a vítima chegou a relatar que ouviu um dos suspeitos afirmar que teria entrado na casa errada. No terceiro caso, os suspeitos mudaram a forma de agir. Usando um dos envolvidos como isca para atrair as vítimas, o grupo ficou esperando na região do Parque dos Poderes.

Quando o condutor de um Renault Duster se aproximou do bandido, com finalidade de um encontro sexual, a quadrilha entrou em ação. Eles capturaram a vítima e a levaram para o Jardim Noroeste, onde foi abandonada amarrada. Depois disso, o grupo levou os veículos para município vizinho, onde a primeira prisão foi feita pela Polícia Civil.

Os três suspeitos, que não tiveram o nome divulgado, acabaram entregando os comparsas, que foram presos nesta sexta-feira pelo Choque. Jorge Anderson Oliveira dos Santos foi detido no Conjunto Habitacional Nascente Segredo, enquanto Naim Ayman Naim Samour, conhecido como Mohamad, foi encontrado em um apartamento da Av. Eduardo Elias Zarhan, no Jardim Paulista.

Mesmo com Jorge Anderson negando a participação nos crimes, todos os outros integrantes da quadrilha confessaram o envolvimento dos cinco nos assaltos. A arma usada por eles foi apreendida no Jardim Talismã. Um revólver calibre 38 que segundo o grupo foi emprestada somente para os crimes. Toucas ninjas usadas por eles também foram encontradas na casa de Moahamad. 

Também foi em depoimento que eles confessaram o próximo plano do grupo: explodir um caixa eletrônico do Terminal General Osório. Eles estariam estudando a movimentação do local há três meses e Moahamad seria o responsável por comprar os explosivos, já adquiridos, que seriam usados na ação.

Conforme informações policiais, o terminal eletrônico teria sido carregado na quarta-feira (27) e a suspeita é que os roubos possam ter envolvimento com o planejamento do arrombamento. A Polícia Civil segue investigando o caso. 

 

Veja também

Últimas notícias