Polícia aguarda perícia em vídeo para concluir inquérito sobre vazamento de prova da Sefaz

A polícia civil aguarda a perícia no vídeo divulgado no Youtube denunciando um suposto vazamento de provas do concurso da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul) para concluir o inquérito sobre o caso. De acordo com o delegado Fábio Sampaio, que investiga a denúncia feita pelo professor de curso preparatório […]
| 27/08/2014
- 21:48
Polícia aguarda perícia em vídeo para concluir inquérito sobre vazamento de prova da Sefaz

A polícia civil aguarda a perícia no vídeo divulgado no Youtube denunciando um suposto vazamento de provas do concurso da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul) para concluir o inquérito sobre o caso.

De acordo com o delegado Fábio Sampaio, que investiga a denúncia feita pelo professor de curso preparatório Deodato Neto, todas as partes já foram ouvidas e diligências feitas, Agora, resta o resultado da perícia para concluir o inquérito.

O procurador jurídico da Câmara de Campo Grande e ex-cunhado de André Luiz Cance, secretário adjunto da Sefaz, foi denunciado à polícia por ter tido acesso a prova do concurso para fiscal de renda. Ele ficou em 9° lugar na classificação final.

Os candidatos passam atualmente por investigação social da SAD (Secretaria Estadual de Administração) para tomarem posse do concurso, que é contestado na Justiça.

Até o momento, a FAPEC (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) não se manifestou nos autos das duas ações.

Em documento assinado pelo procurador-geral do Estado, pela secretária da SAD Thie Higuchi dos Santos, pelo secretário da Sefaz Jader Afonso e pelo governador André Puccinelli, a alegação do Estado é de que qualquer irregularidade na aplicação das provas é de responsabilidade da Fapec.

Veja também

Plano de resgate do líder do PCC acabou frustrado pela deflagração da Operação Anjo da Guarda

Últimas notícias