Uma relação de amor e cumplicidade. “Somos almas gêmeas”, diz o jovem Luan Staab, conhecido como Ken Desumano em , ou ex-Ken Humano da , sobre a parceria com a mãe, Cristiane Santos Barbosa, de 38 anos.

Luan e a mãe são como unha e carne: eles não se desgrudam, a ponto de entrarem juntos para a graduação de Enfermagem em uma da Capital. Os dois também repercutiram no TikTok ao criarem, em dupla, um perfil na plataforma de vídeos. Cris é a maior incentivadora do filho em todos os seus projetos, enquanto Luan também é o principal apoiador da mãe em tudo o que ela se propõe a fazer.

Assim, como Campo Grande já conhece Luan, chegou a hora de saber mais sobre ela: quem é Cristiane Barbosa, a mãe do Ken Desumano? Ao Jornal Midiamax, a cabeleireira e depiladora abre o livro de sua vida, conta do passado difícil e dá detalhes sobre a decisão de fazer faculdade com o filho.

“Ser mãe do Luan é um orgulho. Ele é um menino muito educado, carinhoso e não me dá trabalho. É um pouco teimoso, mas nada que uma conversa não resolva. Não gosta de sair, é caseiro e me ajuda muito nos serviços de casa. Não é preguiçoso, adora fazer café, não tem vício de álcool… os únicos vícios dele são café, tereré e mate. Tenho muito orgulho dele”, inicia Cris, falando sobre a relação com Luan.

Ken desumano
Família do Ken Desumano de Campo Grande – (Foto: Arquivo Pessoal)

Apoio mútuo entre o Ken Desumano e sua mãe

Aos 20 anos, Luan é o filho mais velho de Cristiane. Ela também tem Pablo, de 16, e mora com os dois, além do marido, que é padrasto dos meninos. Para o Ken Desumano, um dos momentos mais marcantes foi quando a mãe apoiou o projeto Casa do Ken e fez de tudo para colocar a ideia em prática.

“Eu e o Luan parecemos muito em nossos gostos. Estou fazendo a casa no estilo que ele tanto queria, quero cada vez melhorar a casa para o conforto dele e do meu outro filho, Pablo, que amo também. São filhos de ouro, amo muito os dois”, declara Cris.

A cabeleireira rasga elogios aos herdeiros. “Maravilhosos, dedicados, estudiosos, trabalhadores. Ser mãe deles é minha razão de viver, sou muito amiga e mãe”, afirma. Mas, nem tudo são flores. Como brasileira que é, Cris batalha pelo pão de cada dia sem desistir de seus sonhos e dos sonhos dos filhos.

Ken desumano
Cris, Pablo e Luan – (Foto: Arquivo Pessoal)

Ken Desumano acompanha a mãe na faculdade e a ajuda a realizar um sonho

Ela conta que tinha uma loja antes da pandemia, mas fechou o empreendimento por conta da crise sanitária. E, além de ser cabeleireira e depiladora, ama mexer com vendas. “Agora vou abrir um salão, vender roupas masculinas e acessórios com meu irmão, que é barbeiro”.

Apesar disso, a moradora da Vila Nasser está em busca da realização de um sonho: ser enfermeira. Para isso, iniciou este ano a graduação de Enfermagem, junto com Luan, o então Ken Desumano.

“Eu decidi fazer enfermagem, aí perguntei para o Luan se ele queria fazer comigo pra eu não ir sozinha. No começo ele não queria, mas depois mudou de ideia e resolveu fazer. Mas acho que ele fez só pra não me deixar ir sozinha. Conversei muito com ele pra não fazer nada contrariado, mas ele disse ‘mãe, eu vou fazer'. Falei ‘então tá, né', porém, deixei claro que se ele não gostar é pra avisar, ver com o que se identifica e trocar a faculdade. Até agora ele está de boa, vamos ver mais pra frente”, conta.

Cris diz ao MidiaMAIS que escolheu enfermagem porque se compadece ao ver pessoas doentes sofrendo. “Quero ser uma enfermeira dedicada com os pacientes, levar amor ao próximo, porque vejo vários profissionais na área maltratando as pessoas. Acho o cúmulo isso, as pessoas já estão doentes e precisam de atenção, dedicação. São poucos os que fazem isso. O Luan está fazendo a faculdade pra me acompanhar, mas ele é uma pessoa muito carinhosa. Vai ser um ótimo enfermeiro porque é muito brincalhão, vai alegrar os pacientes. Por onde passa, faz amizade”, projeta a mãe.

Inspiração

Ao Jornal Midiamax, o Ken Desumano de Campo Grande, comenta a experiência de estudar ao lado da mãe em uma Universidade. Amigo e parceiro, ele se orgulha de acompanhar a pessoa que mais admira na luta por um sonho

“Estudar junto com minha mãe está sendo a melhor coisa do mundo. Graças a ela eu vou ser alguém na vida. Minha mãe sempre se esforçou muito pra criar eu e meu irmão, ela é a minha maior inspiração de vida”, declara.

Ao falar sobre Cris, Luan se emociona e revela um fato até então desconhecido de seu passado: quando precisou usar cadeira de rodas. No entanto, a fé da mãe o fez levantar novamente.

“Quando eu tinha 6 anos, desenvolvi uma doença que fez um osso da minha perna ficar gelatinoso. Eu não podia fazer esforço que o osso saía do lugar. Na época, precisei fazer tratamento, exames caros e minha mãe e meu padrasto sempre me ajudaram sozinhos. Eu poderia ficar sem andar a qualquer momento, segundo o médico”, recorda o jovem de 20 anos.

Luan e Pablo na infância - (Foto: Arquivo Pessoal)
Luan e Pablo na – (Foto: Arquivo Pessoal)

Minha fé era maior, conta mãe do Ken Desumano sobre problema do passado

Luan então começou a usar um aparelho na perna e também precisou ficar em uma cadeira de rodas. Para a mãe, ver o filho naquele estado foi motivo de aflição. “O médico passou um aparelho pra ele usar, ficou parecendo um robô. Aquilo me doeu muito. Depois, o doutor me chamou pra uma conversa dizendo que o Luan iria ficar numa cadeira de rodas. Olhei pra ele e falei ‘não vai', porque minha fé era maior que aquele diagnóstico. Disse que Deus, Cosme e Damião e Nossa Senhora Aparecida iriam curar ele”, relembra Cris.

“Fiz várias promessas e os meses foram passando, até que um dia ele fez exames e o médico constatou que o problema havia sumido e o osso regenerado. O médico ficou pasmo. Falei pra ele ‘doutor, nada é impossível para os olhos de Deus'. Os olhos dele se encheram de lágrimas. Por isso, apoio muito o Luan, quero que ele realize seu sonho de ser um ator. E meu sonho é ver ele brilhando nessa área”, finaliza ela.

Ken Desumano e a mãe Cris - (Foto: Arquivo Pessoal)
Ken Desumano e a mãe Cris – (Foto: Arquivo Pessoal)

Amor e admiração

Em conversa com o MidiaMAIS, Luan afirma ser muito grato à mãe e a Deus. Ele diz que só de estar andando com as próprias pernas já é uma grande vitória. “Meu maior prazer é estar com minha mãe na faculdade, porque ela merece ser alguém. Sempre aconselhei ela a terminar os estudos. Ela falava pra mim que é muito velha, sendo que é nova, bonita. Eu admiro muito minha mãe. Se Deus quiser, vamos nos formar juntos”, pontua o jovem.

“A gente merece. Lembro que teve uma época da nossa vida que passamos uma situação bem complicada. Fomos comprando nossas coisas e batalhando. Fomos conquistando. Pra mim, é uma vitória muito grande pra mim e para minha mãe estarmos em uma faculdade. Eu amo demais ela”, encerra o Ken Desumano.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok