“Terra e Paixão” causou o maior alvoroço entre os sul-mato-grossenses esta semana ao mencionar, em uma mesma cena, as cidades de Corumbá e Bonito. Mas, foi por um motivo bem contundente que o folhetim ambientado em Mato Grosso do Sul introduziu na trama a vontade da personagem Jussara (Tatiana Tibúrcio) viajar com o namorado Gentil (Flávio Bauraqui) para alguma cidade turística do Estado: desmascarar uma tramoia da arquivilã da novela.

O problema é que o diálogo dos personagens acabou desagradando os moradores dos municípios mencionados. Os corumbaenses, por Jussara não querer ir para a cidade branca pescar com o marido e com os amigos dele “velhos, aposentados e bêbados coçando frieira”, e os bonitenses por Gentil (Flávio Bauraqui) ter justificado que não tinha dinheiro para pagar a “viagem cara” que a amada queria fazer.

Foi do nada, mas com uma intenção. Os personagens simplesmente surgiram em cena falando sobre o assunto, sem um contexto prévio. Jussara criticava o parceiro por querer ir para Corumbá, enquanto ela queria ir para um “hotel chique” em Bonito. E ele logo avisou que estava sem grana para realizar a vontade da dona de casa e, por isso, optou por um passeio mais barato em Corumbá.

Reveja a cena:

Cadê o dinheiro?

E é aí que está a questão: ao revelar não ter dinheiro, Gentil passou a ser questionado por todos os personagens próximos sobre a “bolada” que tinha guardada na poupança. “Ué, pai? Como assim sem dinheiro? Eu sei que o senhor tem uma poupança gorda”, disparou Jonatas (Paulo Lessa) para o produtor rural.

Gentil então surpreendeu ao revelar que não tem um vintém no bolso. Jonatas imediatamente ligou os pontos e concluiu que o pai deu toda a grana que guardou por anos para a ex, Agatha (Eliane Giardini), que entrou recentemente na novela para ser a grande vilã da história, e que foi revelada como sua mãe.

Contudo, apenas Jonatas e mais dois ou três personagens conseguiram ver a verdadeira face da ex-defunta – esta que passou anos dada como morta após forjar a própria morte. Agatha saiu do caixão horas depois ser enterrada e ficou décadas sumida. Reapareceu na trama há pouco tempo como uma mulher arrependida e bondosa, mas já revelou ao público que quer mesmo é “depenar” quem puder na fictícia Nova Primavera.

Ela está lá basicamente para tirar todo o dinheiro que conseguir das pessoas de seu passado e Gentil foi uma das primeiras vítimas. Com sua historinha de boa moça, comoveu e convenceu o produtor a dar à mesma todas as suas economias, ficando, assim, sem dinheiro para a viagem que Jussara queria fazer para Bonito.

Está justificado?

Para introduzir os golpes de Agatha, “Terra e Paixão” regionalizou magistralmente a história ao criar o enredo da vontade das viagens: um querendo ir para Corumbá por estar sem dinheiro e a outra querendo ir para Bonito, fazendo o namorado expor que não tem mais um centavo no bolso e acendendo o alerta de Jonatas para onde o dinheiro do pai foi parar: nas mãos da vilã.

Entre alvoroços de populações ofendidas, a novela teve um contexto plausível para começar a expor as maldades de Agatha citando os municípios. Será que vem mais por aí?

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.

*Material editado para correção de informações