O que rolou? A população corumbaense não gostou nada da forma como Corumbá foi mencionada na novela das nove da TV Globo, “Terra e Paixão”. Revoltados com a abordagem, os moradores da cidade branca se manifestaram em fúria nas redes sociais e detonaram o folhetim ambientado em Mato Grosso do Sul.

É que ninguém curtiu a seguinte fala, dita pela personagem Jussara (Tatiana Tibúrcio): “Velho mão de vaca! Eu sou uma boba mesmo, Gentil. Eu achando aqui que a gente ia fazer uma viagem romântica, só eu e ele, que ele ia me levar pra onde? Pra Bonito, ficar num hotel chique… e ele fez o quê? Quer me levar pra Corumbá, pra pescar com os amigos veio dele bêbado. Eu vou fazer o que num bando de véio aposentado coçando frieira? Ah, te manca, Gentil”, disparou Jussara.

Muitos interpretaram que a matriarca do folhetim teria insinuado que Corumbá um lugar de “velhos aposentados e bêbados coçando frieira”, enquanto outros entenderam que ela só não queria pescar ao lado do namorado Gentil (Flávio Bauraqui) e os amigos dele.

Contudo, a população corumbaense se indignou pela forma como a personagem se referiu à cidade, considerando a referência pejorativa. Os moradores destacaram ainda que, ao invés de se referir à Corumbá de tal maneira, “Terra e Paixão” poderia ter destacado o turismo do município.

“A falta de respeito e decência das novelas da Globo é um absurdo. Agora ela foi ao limite denegrindo a imagem da nossa Corumbá. Uma empresa que ganha dinheiro aqui e que não merece o nosso respeito, por isso não assistam mais essa GLOBO LIXO!”, disse Evander Vendramini.

“Quando a personagem coloca Corumbá em situação inferior a Bonito é que me chateei. São situações de turismo completamente diferente. Quer dizer que aqui não tem bons hotéis? Bons passeios?? Entretenimento?”, destacou Dora Arruda.

“A atriz de terra e paixão falando q não iria vir para Corumbá. Me senti atacada”, “Atacaram nossa cidade de graça” e “O povo da novela tirando Corumbá pra nada” foram mais observações de moradores.

Em contrapartida, outros enxergaram a situação de outra forma. “Sou corumbaense e não me senti ofendida até pq ela estava falando sobre o namorado e os amigos dele não sobre a cidade. É muito mimimi pra pouca coisa. Falta interpretação de texto”, opinou Regivania Mota.

“Não vi nada de errado. Ela falou que pescar com os amigos não era romântico e, como iam naquela cidade, só falou o nome da própria City”, ponderou Tina Guidi.

Confira a cena que está dando o que falar:

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.