Campo-grandenses estão desistindo de assistir à estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar reunidos em estabelecimentos comerciais.

Diante dos preços em bares de Campo Grande, que estão cobrando até couvert daqueles que quiserem acompanhar o primeiro jogo do Brasil na tarde desta quinta-feira (24), a saída tem sido buscar opções mais viáveis.

O couvert é uma taxa permitida se o bar, restaurante ou lanchonete oferecer alguma atração artística que seja ao vivo. É necessário que estabelecimento avise ao cliente sobre o valor da cobrança, que é considerada ilegal se o local não informar previamente o consumidor sobre a taxa cobrada por pessoa.

Ainda assim, segundo bares e restaurantes da Capital contatados pelo Jornal Midiamax na manhã desta quinta (24), as reservas já estão quase esgotadas. Para o campo-grandense, vale tudo para assistir à estreia do Brasil “no clima”.

Desistência

E, apesar da grande empolgação para acompanhar o primeiro jogo, teve morador que desistiu de assistir à estreia em bares justamente por causa do couvert.

“Ficamos animados de assistir em bar, mas vimos que estão cobrando mais de 20 reais pra assistir TV. Aí decidimos comprar uma cerveja e assistir em casa mesmo”, conta a estudante Laís Maria ao MidiaMAIS.

Segundo ela, um dos bares, inclusive, está cobrando 200 reais de reserva para a mesa e 100 reais de consumação, fato que desanimou ainda mais o grupo de amigos.

Couvert desanimando no Brasil

A situação não está acontecendo apenas em Campo Grande, mas em todo o Brasil, e é comum em todas as Copas.

Por isso, nas redes sociais, a cobrança de couvert para assistir aos jogos já tem sido assunto na internet. Confira a repercussão:

Couvert em estabelecimentos

O Código de Defesa do Consumidor esclarece que o cliente deve pagar pelo serviço se cobrança for feita forma clara, dando ao consumidor o direito de arcar com a taxa ou não frequentar o local.