Com obra “Poemas Portugueses”, poeta de Campo Grande é destaque em festival paulista

Raquel Naveira vai representar o Brasil com o livro "Poemas Portugueses"
| 12/11/2021
- 20:30
Raquel Naveira integra a Academia Sul-Mato-Grossense de Letras em Campo Grande
Raquel Naveira integra a Academia Sul-Mato-Grossense de Letras em Campo Grande - Foto: Reprodução

Integrante da Sul-Mato-Grossense de Letras, instituição que completou 50 anos na última quarta-feira (10), a poeta Raquel Naveira é uma das convidadas do famoso 14º Festival de Poesia de Dois Córregos, cidade no interior de São Paulo, considerada a “terra da poesia”. Ela vai participar de um encontro inédito que vai reunir 12 poetas renomados de países lusófonos, ou seja, que são da cultura portuguesa.

Ao jornal Midiamax, a escritora campo-grandense deu mais detalhes sobre a sua atuação no evento, que será realizado no próximo sábado (13) de forma digital.

“O Festival será por zoom. Os poetas representando os países lusófonos e os Estados brasileiros se apresentarão lendo seus poemas. Depois, acontecerá debate mediado.  O meu livro "Poemas Portugueses", será entregue como marco do 14º Festival de Sonhos (Dois Córregos/ SP), "Lusofonia em Poesia", aos participantes e professores da região”, contou Raquel Naveira.

Em 2021, evento contará com a participação de poetas do Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde e Moçambique com transmissão ao vivo.

Nesta edição, o embaixador e o escritor português Orima LeuNam, vai traçar um paralelo entre a produção poética brasileira com o atual cenário de países lusófonos, de forma a reforçar os laços culturais e históricos entre essas nações através desse gênero literário.

Festival de Poesia de Dois Córregos

Iniciativa do Instituto Usina de Sonhos, fundado em 1995 pelo empresário e poeta José Eduardo Mendes Camargo, o Festival busca estimular o surgimento de novos talentos, o despertar do interesse pela leitura e promover o desenvolvimento do pensamento crítico e de novas produções e manifestações culturais.

Confira os poetas participantes desta edição:

  • José Eduardo Mendes Camargo - São Paulo/ Brasil
  • Carlos Nejar - / Brasil
  • Raquel Naveira - Mato Grosso do Sul / Brasil
  • Renata Bomfim - Espirito Santo / Brasil
  • Eliakin Rufino - Roraima / Brasil
  • Ísis da Penha - Sergipe/ Brasil
  • Cláudia Eça - Bahia/ Brasil
  • Orimar Leunam - Portugal
  • John Bella - Angola
  • Eillen Barbosa - Cabo Verde
  • Sonia Sultuane - Moçambique
  • Hirondina Joshua - Moçambique

Serviço

  • 13 de novembro de 2021
  • 14 horas (13h no horário de MS)
  • Mais informações pelo Facebook.

50 anos da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras

A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (ASL) nasceu no dia 30 de outubro de 1971. Situada em Campo Grande, logo o espaço se tornou um marco para o intercâmbio de ideias, conhecimentos e criações que acontecem no Estado. Na noite de quarta-feira (10), integrantes e convidados celebraram o aniversário de 50 anos da ASL com um grande presente: o lançamento do primeiro hino oficial da Academia.

[Colocar ALT]
 Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (Foto: Reprodução)

Intitulada “Luz das Letras”, a canção foi composta por Rubenio Marcelo, diretor de cultura, e Henrique Alberto de Medeiros Filho, presidente da instituição. Casa de grandes nomes da literatura sul-mato-grossense, como Manoel de Barros, Hildebrando Campestrini, Abílio Leite de Barros e Maria da Glória Sá Rosa, a academia comemorou a trajetória das cinco décadas de trabalho no Estado.

Veja também

Variedade de pratos e bebidas típicas, quadrilhas e atrações musicais garantem festa o dia inteiro na Capital

Últimas notícias