De ‘Mão de Deus’ à política: 12 curiosidades e polêmicas de Maradona

Maior jogador da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25) aos 60 anos, segundo o jornal "Clarín"
| 25/11/2020
- 16:55
De ‘Mão de Deus’ à política: 12 curiosidades e polêmicas de Maradona
De 'Mão de Deus' à política: 12 curiosidades e polêmicas de Diego Maradona

Maior jogador da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25) aos 60 anos. Segundo o jornal argentino “Clarín”, Maradona sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa. Entre os diversos tírulos que conquistou pela seção argentina e clubes de todo o mundo, Maradona também colecionou algumas polêmicas durante a vida.

Considerado por muitos o melhor jogador de futebol da história, Maradona foi a estrela da Copa do Mundo de 1986 no México, onde se sagrou campeão pela seleção argentina. Jogou nos clubes Argentinos Juniors, Boca Juniors, Barcelona FC, Napoli, Sevilla e Newell’s Olds Boys. Maradona também foi diretor técnico da seleção argentina (2008-2010), Deportivo Mandiyú, Newell’s Old Boys e, desde 2018, Dorados de Sinaloa.

O jogador argentino foi casado com Claudia Villafañe (1984-2004), Verónica Ojeda (2005-2012) e Rocío Oliva (2012-presente) e deixa 5 filhos: Dalma, Diego JR., Giannina, Jana e Diego Fernando.

Confira alguns dos momentos polêmicos e curiosos da carreira de Maradona:

Estreia no futebol

A estreia de Maradona como jogador profissional aconteceu em 20 de outubro de 1976 no Argentinos Juniors. O primeiro gol saiu apenas um mês depois, no jogo contra o San Lorenzo pelo Campeonato Argentino. Maradona vestiu a camisa da seleção pela primeira vez com apenas 16 anos, em fevereiro de 1977.

Copas do Mundo

Diego Maradona atuou em 91 jogos e marcou 34 gols em quatro edições de Copas do Mundo (1982, 1986, 1990 e 1994). Era cotado para ser convocado em 1978, mas ficou de fora por divergências dentro da Federação Argentina de Futebol (AFA). Em 1986, conquistou o título e foi o melhor jogador da competição.

A ‘Mão de Deus’

Ainda falando sobre a Copa de 1986, Maradona entrou para a história ao protagonizar um dos lances mais polêmicos, marcantes e com erro de arbitragem que o futebol já viu. No duelo de quartas de final contra a Inglaterra, no dia 22 de junho daquele ano, Dieguito usou a mão para marcar o primeiro gol dos argentinos no triunfo por 2×1 em cima dos ingleses. O lance até hoje é bastante discutido e lembrado dentre os fãs do futebol.

Treinador

Maradona assumiu o comando técnico da Seleção Argentina em 2008. Entre altos e baixos, chegou à Copa de 2010, na África do Sul e conseguiu classificação até a fase quartas de final. Enfrentou a Alemanha e perdeu por 4×0, o que fez com que fosse demitido após o término da competição.

Estádio

Maradona é o maior nome da história do Argentinos Juniors. Em homenagem ao jogador, o clube batizou seu estádio, inaugurado em 2003, de Diego Armando Maradona. Além de abrigar os jogos da equipe, o local possui um museu do futebol, um complexo poliesportivo e um centro de treinamento.

A Turma do Dieguito

ColorScreen - Conteúdo diferenciado em Nostalgia e Cultura Pop!: Especial Copa 2010: Maradona na Turma da Mônica!

 

Você sabia que Maradona tem uma breve relação com a Turma da Mônica? Isso mesmo. O craque argentino sempre quis ter um personagem nos quadrinhos com seu nome e chegou a conversar com Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica, para fazer essas histórias. No entanto, devido às mudanças de clube de Maradona (do Boca Juniors para o Barcelona e do Barcelona para o Napoli), além dos problemas com drogas que o argentino viveu, a ideia foi congelada.

Igreja de fãs

Maradona é tão idolatrado que foi criada uma religião em sua homenagem. A Igreja Maradoniana considera a data de aniversário do jogador como seu “Natal”, e tem seguidores na Argentina, Espanha e México.

Comercial com Ronaldo e Kaká

Em 2006, um comercial divertido foi lançado pelo Guaraná Antarctica. Nele, vemos a execução do Hino Nacional brasileiro e a seleção canarinho com jogadores como Ronaldo Fenômeno e Kaká. Só que Maradona aparece cantando o hino brasileiro e vestido com as cores da amarelinha. Ele logo acorda e vê que estava tendo um pesadelo.

Política

Apesar de ser argentino, Maradona tem uma relação muito próxima com o Brasil, inclusive em questões políticas. O ex-jogador declarou apoio ao ex-presidente Lula logo após o petista ter tido mandado de prisão expedido em abril de 2018.

Colecionador de polêmicas

Filhas de Maradona querem internação contra alcoolismo. Vídeo foi a gota d'água - Internacional - iG

Maradona não chamou atenção apenas por ser um dos grandes jogadores que o futebol já viu. Ele também se envolveu em inúmeras polêmicas, que passam por doping em jogos oficiais, recusas a fazer exame de DNA, agressão a paparazzi, acidentes de carro e o vício em drogas. Dieguito já precisou ser internado diversas vezes para tratar dos problemas com cocaína. Na Copa de 2018, chamou atenção pelo comportamento ao assistir à Seleção Argentina.

Apresentador

Em 2005, Maradona ganhou um programa de TV. Ele era apresentador do talk show La Noche Del 10, onde recebeu figuras famosas como Pelé, Mike Tayson, e até mesmo Xuxa.

Relação com Pelé

Maradona recusa convite para narrar amistoso ao lado de Pelé - Futebol - iG

A relação entre Maradona e Pelé sempre foi alvo de muitas especulações. Os dois já foram vistos juntos, já foi dito que são brigados. Maradona, em entrevista, criticou Pelé ao dizer que o brasileiro “tem que voltar para o Museu”. Apesar disso, em dezembro de 2017, durante o da Copa do Mundo 2018, Maradona beijou a testa de Pelé, que estava de cadeira de rodas na ocasião.

Veja também

Últimas notícias