O incêndio ocorreu em uma propriedade rural de Dourados, a 255 km de Campo Grande. A propriedade localizada próxima a pedreira do município é de propriedade de Antônio Weber, conhecido ambientalista da cidade. O sitio Luciana de 14,6 hectares, referência em reserva de mudas da região, teve sua agrofloresta totalmente destruída em um incêndio que tem indícios de ‘criminoso’.

Ao todo, mais de 50 mil mudas, raras ou nativas foram destruídas. O incêncio começou pro volta do meio dia (12h) e dirou em trono de 30 minutos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou rapidamente, porém a falta de equipamentos e da disponibilidade de outra guarnição impossibilitou o trabalho dos bombeiros.

Segundo o ambientalista e empresário, Romem Barleta, é uma perda inestimável para as reservas de mudas do município e do Estado. “Weber é um lutador. A agrofloresta era importante. Realmente uma lástima” afirmou. Segundo Weber, que deve recomeçar a reserva, deve levar de três a quatro anos para recuperar as mudas. Ele afirma ainda que não liga para o prejuízo financeiro.