Após derrota, Cruzeiro prega foco na Copa Libertadores

O Cruzeiro não perdia desde a segunda rodada do Campeonato Mineiro, mas neste domingo voltou a ser surpreendido no Estadual, caindo por 3 a 2 diante do Tupi, em Juiz de Fora. A liderança, porém, foi mantida, e os cruzeirenses pregaram um discurso único ao final da partida, minimizando a derrota e pedindo foco total […]
| 08/03/2010
- 02:47
Após derrota, Cruzeiro prega foco na Copa Libertadores

O Cruzeiro não perdia desde a segunda rodada do Campeonato Mineiro, mas neste domingo voltou a ser surpreendido no Estadual, caindo por 3 a 2 diante do Tupi, em Juiz de Fora. A liderança, porém, foi mantida, e os cruzeirenses pregaram um discurso único ao final da partida, minimizando a derrota e pedindo foco total no confronto da próxima quinta-feira, pela Copa Libertadores.

“A gente acaba pecando por erros nossos, mas não podemos tirar os méritos do Tupi. Tivemos chances para fazer e não fizemos e o adversário criou as oportunidades e fez os gols”, comentou o técnico Adilson Batista. “Não dá para ficar justificando, lamentando. Temos que pensar para a frente e trabalhar para o jogo com o Deportivo (Itália)”, pediu o treinador.

Na quinta-feira, o Cruzeiro vai em busca de sua primeira vitória fora de casa na Libertadores. Depois de perder por 2 a 0 para o Vélez Sarsfield, na Argentina, na estreia pela fase de grupos, o time mineiro encara o Deportivo Itália em Caracas, na Venezuela. Entre os jogadores cruzeirenses, o pensamento é vencer o time venezuelano para alcançar a equipe argentina no Grupo 7.

“Temos que pegar isso (derrota) como aprendizado e procurar sair melhor e com a vitória na próxima partida. Viagem longa, desgastante e temos que chegar lá, com sacrifício, para fazer uma boa partida e sair com vitória na Copa Libertadores”, afirmou o goleiro Fábio.

“Infelizmente não deu, mas somos líderes e agora temos um jogo difícil na quinta-feira. Vamos levantar a cabeça e procurar vencer na Libertadores. Ir para lá com pensamento de vitória porque o Velez está com três pontos na nossa frente”, concordou o volante Marquinhos Paraná.

Últimas notícias