O Brasil continua bem em sua caminhada rumo à vaga para os de -2024 no Mundial de Vôlei de Praia do México. Das oito duplas que jogaram nesta quarta-feira, cinco avançaram às oitavas de final – foram dois confrontos entre equipes nacionais. Favoritas, as campeãs mundiais Duda e Ana Patrícia ganharam sem susto, enquanto Ágatha e Rebecca e Tainá e Vic somaram grandes resultados em batalhas de três sets. Entre os homens, Pedro Solberg e Guto avançaram e farão confronto verde e amarelo contra Evandro e Arthur para saber qual sobrará na competição.

Pedro Solberg e Guto começaram a partida desconcentrados e foram logo ficando três pontos atrás no placar. Na metade do set já perdiam por 10 a 4 e sem conseguir reagir, levaram 21 a 13.

A dupla brasileira melhorou bastante na parcial seguinte, abrindo 8 a 5. Bem no saque e no bloqueio, empataram a partida com 21 a 15. No set desempate, ficaram atrás com 7 a 5, mas buscaram a virada para avançar com 15 a 11.

Nas oitavas de final, definirão qual dupla do País seguirá na busca pela vaga olímpica, já que farão confronto verde e amarelo com Evandro e Arthur, vencedores do duelo brasileiro contra Felipe e Renato, em sets diretos.

No primeiro set, com nenhuma das duplas conseguindo abrir mais de dois pontos de vantagem, o jogo se arrastou até 30 a 28. Favoritos na partida, Evandro e Arthur dominaram o segundo set desde o começo para fechar a partida em 21 a 16.

Na chave feminina, três das cinco representantes continuam na luta pela classificação para Paris-2024 – um jogo foi entre duplas brasileiras. Atuais campeãs, Duda e Ana Patrícia passaram pela dupla da Lituânia com 2 a 0, parciais de 21/14 e 21/15, fechando o dia no México.

Antes, Ágatha e Rebecca superaram as alemãs Ludwig e Lippmann em batalha de três sets e virada gigante. Depois de levarem 21 a 19, tinham 19 a 14 no segundo set e permitiram o 20 a 20. Mas anotaram dois pontos seguidos para igualar o jogo em 1 a 1, com 22 a 20.

As alemãs perderam a força e a concentração no set decisivo, com o crescimento de Ágatha e Rebecca, que mostraram força para fechar em 15 a 8.

Tainá e Vic somaram um brilhante resultado ao bater a forte dupla formada pelas compatriotas Carol e Bárbara Seixas, em mais uma batalha de três sets. Elas avançaram às oitavas com 22/20, 17/21 e 16/14.

Por fim, Andressa e Vitória amargaram uma dura derrota diante das americanas Cannon e Kraft. As brasileiras fizeram 24 a 22, mas acabaram não conseguindo se impor nas parciais seguintes, caindo com 22/24 e 12/15.