fechou sua participação nos JUBs (Jogos Universitários Brasileiros) 2023 com 11 medalhas (cinco ouros, três pratas e três bronzes) e dois troféus (um de ouro e outro de bronze). A 71ª edição da maior competição universitária da América Latina teve Joinville (SC) como casa, com início em 8 de outubro e término no último fim de semana.

Os esportes de luta foram os principais responsáveis por colocar Mato Grosso do Sul no pódio. Pelo terceiro ano consecutivo, o wrestling (luta olímpica) sul-mato-grossense foi a principal sensação. Os quatro atletas que representaram o estado alcançaram o lugar mais alto do pódio. Desde que a modalidade foi adicionada aos JUBs, em 2021, Mato Grosso do Sul não sabe o que é perder uma luta sequer. De lá para cá, foram 10 medalhas de ouro.

Neste ano, Amanda Lima Leal (-62 kg), Assíria Daniela Maurício da Silva (-53 kg), Paulo André Gonçalves da Silva (-74 kg) e Pedro Samuel Gonçalves da Silva (-86 kg) brilharam pelo estilo livre. Levando o nome da Faculdade Estácio de Sá, de Campo Grande, os atletas foram orientados pelo técnico Agnaldo Pereira dos Santos. A atuação das atletas rendeu o título geral feminino da modalidade.

No karatê foram três medalhas e o troféu de terceiro lugar na classificação geral masculina. Com as cores da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Rodrigo Nonato foi ouro no estilo kata e Erick Taira repetiu a medalha de prata da última edição, pela categoria +84 kg no estilo kumitê. Letícia Mendez, da Unigran Capital, assegurou a medalha de bronze na categoria -55 kg, também no kumitê.

Já o teve acadêmicos da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) como medalhistas nos JUBs Joinville. Vitória Siqueira Andrade garantiu a prata na categoria meio-médio (-63 kg) e José Marco Demarco foi o terceiro melhor na categoria meio-médio (-81 kg).

“São conquistas que dão orgulho e não são apenas reflexo do talento e dedicação de nossos jovens esportistas, mas também de um comprometimento contínuo com o desenvolvimento do esporte universitário em nosso estado. Estes resultados demonstram que estamos no caminho certo e que o investimento em infraestrutura esportiva, treinamento de atletas e programas de incentivo tem gerado frutos”, enfatiza o diretor-presidente da Fundesporte, Herculano Borges.

No total, foram 16 modalidades disputadas nos JUBs Joinville 2023: acadêmico (apresentação de artigos científicos no segmento esportivo), basquetebol, breaking, cheerleading, e-sports (Clash Royale, Counter-Strike: Global Offensive, Free Fire, futebol eletrônico, League of Legends e Valorant), futsal, handebol, jiu-jitsu, judô, karatê, tênis, tênis de mesa, tênis de mesa paradesportivo, voleibol, wrestling (luta olímpica) e xadrez.

Ao longo de 14 dias, a competição organizada pela CBDU (Confederação Brasileira do Desporto Universitário) recebeu aproximadamente cinco mil estudantes-atletas das 27 unidades federativas.

Confira todas as medalhas e troféus conquistados por Mato Grosso do Sul nos JUBs Joinville 2023:

11 medalhas: 5 ouros, 3 pratas e 3 bronzes

2 troféus: 1 ouro e 1 bronze

OURO

Amanda Lima Leal – estilo livre feminino, categoria -62 kg (wrestling) – Estácio CG
Assíria Daniela Maurício da Silva – estilo livre feminino, categoria -53 kg (wrestling) – Estácio CG
Paulo André Gonçalves da Silva – estilo livre masculino, categoria -74 kg (wrestling) – Estácio CG
Pedro Samuel Gonçalves da Silva – estilo livre masculino, categoria -86 kg (wrestling) – Estácio CG
Rodrigo Nonato Lima Braz – estilo kata (karatê) – UFMS
Troféu – wrestling feminino geral – Estácio CG

PRATA

Guilherme Chinem Alexandre Alves e Lívia de Souza Lima – dupla mista (tênis de mesa) – Unigran Capital
Erick Kenji Medrado Taira – estilo kumite, categoria +84 kg (karatê) – UFMS
Vitória Siqueira Andrade – categoria meio-médio -63 kg (judô) – UCDB

BRONZE

Lívia de Souza Lima – disputa individual feminina (tênis de mesa) – Unigran Capital
José Marco Pereira Leite Demarco – categoria meio-médio -81 kg (judô) – UCDB
Letícia Mendez – estilo kumite, categoria -55 kg (karatê) – Unigran Capital
Troféu – karatê masculino geral – UFMS