Jogadora colombiana é presa com cocaína na China e pode pegar pena de morte

A família da garota só foi informada sobre sua prisão através do consulado colombiano
| 30/07/2015
- 15:44
Jogadora colombiana é presa com cocaína na China e pode pegar pena de morte

A família da garota só foi informada sobre sua prisão através do consulado colombiano

A modelo e jogadora de futebol Juliana López Sarrazola foi detida no Aeroporto Internacional de Guangzhou Baiyun, na China, no dia 18 de julho, acusada de portar cocaína escondida em seu notebook. De acordo com a legislação antidrogas do país asiático, a colombiana de 22 anos pode ser condenada à prisão perpétua ou até .

Sem saber o paradeiro de Juliana, a família da garota só foi informada sobre sua prisão através do consulado colombiano, que recebeu uma notificação oficial do Departamento Anti-Contrabando de Guangzhou informando sobre o caso.

López é jogadora do time ‘As Divas do Futebol’, de Meddelín, há quatro anos e divide a carreira de esportista com atividades como modelo e apresentadora. Ela, inclusive, representou a Colômbia no concurso Miss Mundo 2015. O técnico das Divas, Alejandro Duque Giraldo, comentou sobre a notícia envolvendo sua atleta.

“É uma menina tranquila, nunca percebemos amizades ou comportamentos estranhos nos quatro anos que a conhecemos. Ela era a pessoa que dava a cara pelo clube, falava com a imprensa, era apresentadora de televisão e estudava”, disse Alejandro ao jornal Diario ADN.

Os representantes consulares colombianos já iniciaram conversas com autoridades da China para visitá-la e prestar a assistência necessária até o julgamento. 

 

Veja também

O Brusque quebrou uma sequência de sete jogos sem vitória ao bater a Ponte Preta...

Últimas notícias