Um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso por ter participado do roubo de um carro de luxo em fevereiro deste ano no estacionamento de um shopping em Campo Grande. Este é o segundo autor preso pelo crime.

A prisão aconteceu decorrente da 2ª fase da Operação ‘Compra Segura’, da Defurv (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos de Veículos).

Na quarta-feira (24), um dos autores havia sido preso na 1ª fase da operação. Ele confessou o crime e indicou onde estaria o comparsa.

Os policiais então conseguiram localizar o comparsa e fizeram monitoramento até o momento da abordagem. 

O ladrão foi encontrado e preso. Ele também confessou o crime e indicou o local onde escondeu a arma de fogo, que agora deverá passar por perícia.

A dupla foi indiciada pelo roubo e segundo a polícia a investigação será finalizada e encaminhada ao Ministério Público.

Dinâmica do crime

O nome da operação faz referência ao local onde o crime ocorreu. De acordo com a polícia, a investigação começou logo depois que uma mulher de 52 anos informou, no dia 9 de fevereiro, que foi abordada por dois indivíduos quando chegava em um shopping da capital.

Segundo a mulher, ela foi abordada de forma violenta pelos homens, que tinham uma arma de fogo e exigiram que ela descesse do veículo e entregasse seus pertences pessoais, como bolsa, carteira, óculos e telefone celular.

Depois disso, o automóvel foi visto por policiais que estavam em uma viatura da Polícia Militar, mas os ocupantes fugiram da abordagem. Foi feito um acompanhamento tático, o motorista perdeu o controle do carro e bateu contra a parede de uma igreja, no bairro Marçal de Souza, e os ocupantes conseguiram fugir.

Com o veículo recuperado, ele foi apreendido e devolvido à vítima, que ainda teve que arcar com o prejuízo, já que os autores bateram o carro. 

A investigação seguiu com a finalidade de identificar e prender os autores do roubo, sendo assim, um deles, de 20 anos, foi identificado e reconhecido pela vítima. O indivíduo possui diversas passagens policiais por roubo, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e furto.

Na ocasião também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão.