O dia caminhava para mais um recorde de calor em , que chegou a registrar 37,2°C ao meio-dia, porém um temporal de cerca de 30 minutos foi suficiente para deixar um rastro de destruição na cidade. Conforme registro de estragos, a região do bairro Santo Amaro foi a mais atingida.

Registro das estações meteorológicas compilados pelo Cemtec/MS mostram que as rajadas de ventos foram de 55 km/h e a temperatura caiu de 37°C para 25°C em duas horas. Mas o temporal “fugiu” das estações, então não é possível precisar a velocidade dos ventos e quantidade de chuva.

Na avenida Duque de Caxias, com a rua Itatiaia, um poste caiu com a força dos ventos e toda a região está sem . Próximo dali, uma árvore tombou em cima do muro da de Campo Grande, telhas voaram e galhos o telhado de uma desabou.

O servidor público Albino Louveira, 50 anos, contou que tinha ido levar as crianças na escola e quando voltou se deparou com o estrago, que também atingiu sua casa. Telhas de uma casa abandonada ao lado da sua, voaram e atingiram o portão da casa de Albino.

Ele contou ao Jornal Midiamax que as telhas além de riscarem, empenaram o portão. “Para consertar vai uns R$ 3 mil. A gente ficou bem assustado”, contou ele. Na residência, localizada na rua dos Caioás, os moradores estão sem energia e internet.

Telhado de escola cai com a chuva

No bairro Coophatrabalho, o temporal assustou alunos e funcionários da Escola Municipal Hilda De Souza Ferreira. O telhado do corredor da escola desabou com a força dos ventos e da chuva.

Há relatos de que uma servidora foi atingida no braço. Na imagens é possível ver o estrago deixado pelo telhado caído e a chuva que invadiu o pátio da escola. Alunos ficaram assustados e não há informações se foram dispensados das aulas.

Na avenida Manoel Ferreira, uma palmeira caiu, trancando parte da rua. Funcionários da Paroquia Nossa Senhora Auxiliadora confirmam que a igreja e a região estão sem energia.

Árvore de grande porte caída

Ainda na região do bairro Santo Amaro, uma árvore de grande porte foi arrancada e caiu com as raízes. Leitor do Jornal Midiamax enviou fotos da árvore caída na rua Jasmelinda Ferreira de Carvalho. A rua está totalmente interditada, mas não hpa informações de estragos.

Rua Jasmelinda (Fala Povo, Jornal Midiamax)

Saiba Mais