A Prefeitura de vai investigar o motivo que levou a do Lago do Amor a desmoronar 30 dias após ser entregue. A informação foi dada ao Jornal Midiamax nesta terça-feira (31) pelo secretário de Governo João Rocha.

“Vamos fazer recuperação imediata e precisamos investigar qual foi a questão técnica que deixou a desejar. Está sendo feito um levantamento. Ontem à tarde tivemos uma reunião com a [Secretaria de Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos] para que pudéssemos fazer um encaminhamento para resolutividade da questão”, disse.

Obras

As obras realizadas no Lago do Amor, após parte da estrutura lateral ter sido danificada devido às , foram entregues há 30 dias. Mas o local já apresenta problemas novamente, com parte da calçada que já está cedendo. O investimento no local foi R$ 3,8 milhões.

O secretário municipal de governo João Rocha (Foto: Nathalia Alcântara, Midiamax)

Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) já interditou a passagem pelo local. As obras para a reconstrução de trecho da Avenida Filinto Muller duraram quase seis meses. A região do Lago do Amor foi interditada em janeiro de 2023, quando parte da estrutura lateral foi danificada pelas chuvas.

A contratação de empresa prestadora de serviço ocorreu em contrato emergencial, ou seja, sem licitação. No local foi feita a recomposição estrutural do aterro, vertedouro, muro de contenção e seus complementos, na Avenida Filinto Muller.

Obra acontece no Lago do Amor (Nathalia Alcântara, Midiamax)