As obras realizadas no Lago do Amor, após parte da estrutura lateral ter sido danificada devido às chuvas, foram entregues há 30 dias. Mas, o local já apresenta problemas novamente, com parte da calçada que já está cedendo. O investimento no local foi R$ 3,8 milhões

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) já interditou a passagem pelo local. O ciclista, Vitor Ajala, de 60 anos, passa pelo menos uma vez por semana na Avenida Filinto Muller, em frente ao Lago do Amor e ficou surpreso ao ver as placas de interdição na via.

“Assustei ao ver essa cena, pois foi um gasto para isso, que há um mês inaugurou e agora está caindo”. Ele disse que espera uma reforma urgente, pois pode piorar e pôr em risco a vida das pessoas que passam por aqui. “Põe em risco também o pedestre, que pode cair a qualquer momento neste buraco”.

A comerciante Vanuza Nascimento, de 41 anos, visita o entorno do lago todo de semana, fica revoltada com a situação, já que foi feito uma há um mês no local com um grande investimento.

“Um absurdo. O povo fica revoltado quando vê isso porque é nosso dinheiro investido”.

Obras

As obras para a reconstrução de trecho da avenida Filinto Muller no Lago do Amor duraram quase seis meses. A região do Lago do Amor foi interditada em janeiro de 2023, quando parte da estrutura lateral foi danificada pelas chuvas.

A contratação de empresa prestadora de serviço ocorreu em contrato emergencial, ou seja, sem licitação. O investimento no local foi R$ 3,8 milhões. No local foi feito a recomposição estrutural do aterro, vertedouro, muro de contenção e seus complementos, na avenida Filinto Muller.

Saiba Mais